Parabelo_foto Jose Luiz Pederneiras_JLP4913_Sem Chao_M

GRUPO CORPO EM IPATINGA!!!!!!!!!!!!!!!!

MINISTÉRIO DA CULTURA E GOVERNO DE MINAS GERAIS apresentam GRUPO CORPO

Depois de um hiato de cinco anos, o Grupo Corpo volta a Ipatinga nos dias 27 e 28 de janeiro para apresentar um programa duplo, no Teatro do Centro Cultural Usiminas. A primeira coreografia que o público verá é 6 Danças Sinfônicas, um excerto da peça coreográfica Dança Sinfônica. Com trilha sonora de Marco Antônio Guimarães, ela revisita a história da companhia, uma vez que foi criada para celebrar os 40 anos da companhia, em 2015.
A segunda peça da noite será PARABELO (1997), “a mais brasileira e regional” de todas as suas criações, segundo o coreógrafo Rodrigo Pederneiras. A música é assinada por Tom Zé e José Miguel Wisnik.

O Grupo Corpo tem patrocínio master do Instituto Cultural Vale, patrocínio da Cemig e apoio do Instituto Usiminas.

Programação
6 Danças Sinfônicas
[2015]
Coreografia: Rodrigo Pederneiras
Música: Marco Antônio Guimarães
Cenografia: Paulo Pederneiras
Figurino : Freusa Zechmeister
Iluminação: Paulo Pederneiras e Gabriel Pederneiras
[duração: 25 minutos]

6 Danças Sinfônicas é um excerto da peça coreográfica Dança Sinfônica, criada para a celebração dos 40 anos de atividade do Grupo Corpo, em 2015.
A trilha sonora foi composta especialmente por Marco Antônio Guimarães, autor de trilhas antológicas como 21 (1992) e Bach (1996).
O mote memorialista proposto pelo diretor artístico Paulo Pederneiras e coreografado por Rodrigo Pederneiras retoma alguns dos temas que marcaram a história da companhia, com as melhores notações de todo um vocabulário do Grupo Corpo; assim, executa uma síntese da singular e celebrada escritura coreográfica que marca sua história.
PARABELO
[1997]
Coreografia: Rodrigo Pederneiras
Música: Tom Zé e José Miguel Wisnik
Cenografia: Fernando Velloso e Paulo Pederneiras
Figurino: Freusa Zechmeister
Iluminação: Paulo Pederneiras
(Duração: 42 minutos)

A inspiração sertaneja e a transpiração pra lá de contemporânea da trilha composta por Tom Zé e José Miguel Wisnik para Parabelo, de 1997, permitiram o coreógrafo Rodrigo Pederneiras dar vida àquela que ele mesmo define como a “a mais brasileira e regional” de suas criações.
De cantos de trabalho e devoção, da memória cadenciada do baião e de um exuberante e onipresente emaranhado de pontos e contrapontos rítmicos, emerge uma escritura coreográfica que esbanja jogo de cintura e marcação de pé, numa arrebatadora afirmação da maturidade e da força expressiva da gramática construída ao longo de anos pelo arquiteto de Missa do Orfanato e Sete ou Oito Peças para um Ballet.
A estética dos ex-votos de igrejas interioranas inspira Fernando Velloso e Paulo Pederneiras na composição dos dois painéis, de 15m X 8m, que dão sustentação cenográfica ao espetáculo.
Com a intensidade das cores velada por um tule negro e revelada somente no espaço exíguo e imperativo das sapatilhas, a figurinista Freusa Zechmeister cria o jogo de luz e sombra que veste os bailarinos na primeira parte de PARABELO, enquanto na reta final e explosiva do balé as malhas se libertam do véu, alardeando a temperatura jubilosa e alta de suas cores.

Através da LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA e da LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA, o GRUPO CORPO conta com o patrocínio master do INSTITUTO CULTURAL VALE e patrocínio da CEMIG.
Apoio: INSTITUTO USIMINAS
Realização: SECRETARIA DE CULTURA E TURISMO DE MINAS GERAIS, GOVERNO DE MINAS GERAIS, MINISTÉRIO DA CULTURA e GOVERNO FEDERAL.

Serviço Grupo Corpo
:: Ipatinga 2024
Teatro do Centro Cultural Usiminas
27 e 28 de janeiro
[sáb, 20h • dom, 18h]

6 Danças Sinfônicas e Parabelo

Ingressos: R$40,00 (inteira); R$20,00 (meia)
Bilheteria do Centro Cultural Usiminas e sympla.com.br/institutousiminas

Duração do espetáculo: 1h30
Classificação Indicativa: Livre

Compartilhe com um amigo

Facebook
WhatsApp
Email