CONSAGRAÇÃO

As séries “Game of thrones” e “Veep”, com quatro premiações cada, foram as grandes vencedoras do 67º Emmy Awards, premiação da TV norte-americana, que aconteceu na noite deste domingo (20), em Los Angeles, nos EUA.

“Game of thrones” levou o prêmio principal da noite, de melhor série dramática. Levou também prêmio de melhor ator coadjuvante, com Peter Dinklage, melhor roteiro e direção de série dramática pelo episódio final da quinta temporada, “Mother’s Mercy”.

Quem se consagrou foi Viola Davis, de “How to get away with murder” (acima, na capa deste post), a primeira atriz negra a ganhar por série dramática. “A única coisa que separa as mulheres negras das outras é a oportunidade. Não se pode ganhar um Emmy para papéis que não existem. Esse prêmio é para todos os roteiristas que redefiniram o que significa ser uma atriz principal negra. Para todas as Taraji, Kerry Washington, Halle Berry”, discursou a atriz, emocionada. E a atriz está mesmo fantástica em seu papel no “How to get…”, onde vive uma advogada e professora que encobre um crime praticado por seus alunos contra seu marido.

Jon Hamm finalmente leva o prêmio de melhor ator em série dramática por Mad Men

 

Jon Hamm finalmente venceu por sua atuação como Don Draper em “Mad men” após ter recebido oito indicações do Emmy. Mas esse foi o único prêmio da noite para a série dramática.

Peter Dinklage leva Emmy de melhor ator coadjuvante em série dramática, por Game of Thrones

Peter Dinklage leva Emmy de melhor ator coadjuvante em série dramática, por ‘Game of Thrones’