empresas-usiminas-760x460

USIMINAS ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$1,3 BI

A Usiminas anunciou hoje (20/04) os resultados dos primeiros três meses de 2022, quando registrou um Ebitda Ajustado de R$ 1,6 bilhão, contra R$ 2,5 bilhões no trimestre anterior (4T21). A margem Ebitda Ajustado ficou em 19,9% no 1T22, frente à margem de 30,5% no 4T21. No primeiro trimestre deste ano, não foram registrados Efeitos Não Recorrentes, ante o registro de R$ 619 milhões no quarto trimestre de 2021.

O lucro líquido no primeiro trimestre do ano atingiu R$ 1,3 bilhão. Esse resultado é 49% a menor em relação ao quarto tri do ano passado (R$ 2,5 bilhões) e representa uma alta de 5% quando comparado com o primeiro trimestre de 2021 (R$ 1,2 bilhão). Destaque para as vendas de aço no mercado interno, de 867 mil toneladas, no primeiro trimestre deste ano, uma elevação de 9,5% quando comparadas às vendas do quarto trimestre de 2021, de 792 mil toneladas.

As vendas totais de aço, de 1,13 milhão de toneladas, também registraram alta de 6,6%, comparadas com os três meses anteriores (4T21), quando atingiu 1,06 milhão de toneladas. Desse total, 867 mil toneladas foram destinadas ao mercado interno e 267 mil toneladas para exportação.

Na avaliação do presidente da Usiminas, Sergio Leite, “depois de um período de forte recuperação no ano passado, os resultados se mantiveram positivos e entraram numa fase de estabilidade de produção e vendas adequados à realidade no momento”. Leite destaca, ainda, as condições favoráveis do caixa da companhia.

O Caixa e Equivalente de Caixa consolidado em 31 de março de 2022 era de R$ 6,6 bilhões, inferior em 6% em comparação à posição de 31/12/21, de R$ 7,0 bilhões. Isso se deve, principalmente, ao pagamento de Imposto de Renda e Contribuição Social referentes a 2021 na Mineração Usiminas, além do efeito da desvalorização do dólar frente ao real no caixa em dólar da companhia. “Nossa posição de caixa nos permitiria pagar toda a dívida bruta da empresa e ainda teríamos um saldo da ordem de R$ 1 bilhão”, complementa Leite.

Agenda ESG

Entre os destaques no trimestre, alinhada à estratégia de Sustentabilidade da Usiminas, a empresa anunciou, em fevereiro, uma parceria para geração própria de energia renovável com a Canadian Solar, uma das maiores empresas do setor no mundo. A iniciativa vai possibilitar uma produção mais sustentável, por meio da melhor utilização dos recursos naturais e da redução dos impactos ambientais e dos custos de energia. O contrato prevê a autoprodução de 30 megawatts médios de energia renovável, por 15 anos, a partir de 2025, o que representa cerca de 12% do volume de energia consumido pela companhia.

Também nos primeiros meses do ano, a Usiminas assinou a nova Carta de Sustentabilidade da World Steel Association, se comprometendo com uma série de princípios que devem embasar suas ações e posicionamentos relacionados às questões de sustentabilidade na indústria do aço. No total, a nova carta traz nove princípios, abrangendo temas de meio ambiente, social, de governança e econômicos, entre outros.

“No ano em que completamos 60 anos de operações, estamos com os olhos voltados para o futuro e mobilizados para garantir a sustentabilidade de nossas atividades. Iniciativas como a parceria com a Canadian para fornecimento de energia solar e o compromisso reafirmado com a World Steel Association são passos importantes da companhia na sua jornada cada vez mais alinhada aos princípios da agenda ESG”, afirma Sergio Leite.

Unidades de Negócio

Na Usina de Ipatinga, a produção de aço bruto foi de 677 mil toneladas no primeiro trimestre do ano, contra 723 mil toneladas no último trimestre de 2021. A produção de laminados nas usinas de Ipatinga e Cubatão, por sua vez, totalizou 1,09 milhão de toneladas, contra 1,17 milhão de toneladas registradas no 4T21. Já o Ebitda Ajustado dessa unidade de negócio alcançou R$ 1,0 bilhão, no primeiro trimestre do ano, e a margem Ebitda Ajustado ficou em 14,6%, ante, respectivamente, R$ 2,0 bilhões e 28,7% de margem no 4T21.

Na Mineração Usiminas o volume de produção no primeiro tri de 2022 foi de 1,7 milhão de toneladas, contra 2,5 milhões de toneladas no 4T21. O menor volume de produção se deu pelo impacto do volume de chuvas na região, o que levou a uma paralisação operacional e restringiu o acesso a frentes de lavra e à planta de filtragem de rejeitos, Dry Stacking, que se encontra em fase de ramp-up.

Ainda na mineração, o volume de vendas atingiu 1,6 milhão de toneladas no 1T22, com queda de 38% quando comparado ao último trimestre de 2021, igualmente afetado por paralisações na cadeia logística devido às chuvas registradas no período. Destaque para o Ebitda Ajustado, que alcançou R$ 345 milhões no 1T22, uma elevação de 34% em relação ao 4T21 (R$ 256 milhões). A margem Ebitda Ajustado ficou em 42,5% no primeiro trimestre, contra 27,6% registrado no 4T21.

Na Soluções Usiminas, empresa que atua no mercado de distribuição de aço, serviços, fabricação e venda de tubos de pequeno diâmetro, a receita líquida, de R$ 2,1 bilhões, teve alta de 7% quando comparada com o trimestre anterior (4T21), de R$ 1,9 bilhão. O Ebitda Ajustado no primeiro trimestre do ano foi de R$ 67 milhões, R$ 68 milhões superior ao registrado no quarto trimestre de 2021, quando ficou negativo em R$ 1 milhão. A margem Ebitda Ajustado foi de 3,1% no primeiro tri, contra 0,1% negativo do trimestre anterior (4T21). Não foram registrados efeitos não recorrentes no período. O Ebitda, desconsiderando os efeitos não recorrentes no 4T21 foi de R$ 46 milhões, e margem Ebitda Ajustado de 2,3%.

Sobre a Usiminas
    A Usiminas é líder no mercado brasileiro de aços planos e um dos maiores complexos siderúrgicos da América Latina. A companhia conta com unidades industriais e logísticas localizadas em seis estados do país e está presente em toda a cadeia siderúrgica – da extração do minério, passando pela produção de aço até sua transformação em produtos e bens de capital customizados para o mercado. Possui o maior e mais inovador Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em siderurgia da América Latina. O avanço registrado pela siderúrgica nos últimos anos garante inovação, tecnologia e qualidade em todas as linhas de produção, e permite à empresa oferecer ao mercado um portfólio diversificado, com destaque para produtos e serviços de alto valor agregado.
    Por sua gestão ambiental, a Usiminas foi a segunda siderúrgica do mundo certificada com a ISO14001. A companhia contribui ainda para o desenvolvimento das comunidades onde atua, por meio do Instituto Usiminas e da Fundação São Francisco Xavier, oferecendo projetos nas áreas de saúde, educação, cultura, esporte e desenvolvimento social. É signatária de compromissos como o Pacto Global da ONU, a Plataforma WEPS e o Fórum Empresas e Direitos LGBTI+ e ainda da Coalizão Empresarial para Equidade Racial e de Gênero.
     As ações da Usiminas são negociadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque (ADR nível I) e Madri.

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
Cenibra 3
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3
Cenibra 105 mil
Agasalho 2022