DSC_0081

UNIMED VA E CORPO DE BOMBEIROS REALIZAM TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS

Situações simples do dia a dia de crianças e adolescentes, como brincar no pátio da escola ou comer um lanche, podem resultar em acidentes graves, envolvendo até mesmo fraturas ou engasgos. Por essas e outras razões, o conhecimento de técnicas de primeiros socorros é essencial em situações de emergência, até a chegada do atendimento especializado. A Unimed Vale do Aço, em parceria com o 5º Pelotão de Bombeiros Militar de Coronel Fabriciano, realizaram um treinamento em Primeiros Socorros a colaboradores de cinco instituições de acolhimento infantil da região do Vale do aço. A atividade ocorreu no auditório do Hospital Metropolitano.

“O treinamento trata-se de um projeto de responsabilidade social da Unimed Vale do Aço, que contribui para o atendimento de um requisito legal determinado a essas instituições, contribuindo com o aprimoramento desses profissionais no atendimento dos usuários dos seus serviços. Tal demanda esta preconizada no plano nacional de promoção, proteção e defesa do direito de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária, que prevê realizar capacitações, formação continuada para toda equipe, habilidades práticas e estratégias de trabalho para garantir a qualidade do trabalho desenvolvido”, esclareceu Kátia Brito, analista de RH da Unimed Vale do Aço.

Estiveram presentes representantes do Educandário Família de Nazaré (EFAN) e a Instituição de Acolhimento Infantil S.O.S Família de Ipatinga, Unidade de Acolhimento Institucional ADRA 1 e ADRA 2, ambas de Coronel Fabriciano, e a Instituição de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes Municipal de Timóteo. O curso foi ministrado pelos soldados Braittny e Pimenta, do 5° Pelotão do Corpo de Bombeiros de Coronel Fabriciano. Além da parte teórica, com explicações sobre fraturas, convulsões e outros acidentes, eles também compartilharam conhecimentos práticos.

“Os conhecimentos básicos em primeiros socorros são essenciais e auxiliam na prestação de um atendimento mais efetivo e com menos chances de agravamento, seja ele um trauma, algum acidente em casa ou na escola. Preparamos um treinamento didático, com exemplos vividos no dia a dia, como alguns tipos de fraturas e cortes, crises epiléticas ou convulsivas, engasgo com obstrução de vias aéreas”, afirmou o soldado Braittny.

Marinele Ramos, do EFAN, destacou a contribuição do treinamento para a rotina da instituição. “Nem sempre temos total conhecimento de como socorrer nossas crianças e adolescentes em caso de acidentes então o treinamento nos dá informações e técnicas que podemos utilizar. Com certeza saio daqui com um conhecimento essencial para a rotina da instituição”, afirmou.

 

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
Cenibra 3
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3