Sugestão de legenda para a foto Sensei Thayse nas aulas no Macuco

PROJETO AJUDÔU TIMÓTEO BENEFICIA 600 CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Após o horário das aulas, muitas crianças voltam para casa e não têm outras atividades para fazer. Com os pais no trabalho e sem um responsável para cuidar, muitas vão para as ruas brincar, mas isso pode ser um risco. As vias públicas podem expor os jovens ao mundo marginalizado e cheio de perigos para o convívio familiar.

Na última semana, a Associação Ajudôu deu início ao Projeto Ajudôu Timóteo, desenvolvido em parceria com a Prefeitura Municipal de Timóteo, que oferta aulas de Judô gratuitas para crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos, matriculados na rede pública de ensino e em situação de vulnerabilidade social, durante o período de um ano.

“Realizar o Projeto Ajudôu em Timóteo nos deixa felizes duas vezes. Primeiro porque é uma oportunidade de fazermos o que gostamos e o que mais nos especializamos em fazer, que é acolher essas crianças e adolescentes levando esperança, alegria, fortalecendo a cidadania, através do esporte, neste caso, o Judô. E além disso, Timóteo é a “casa” da Ajudôu, foi onde tudo começou, assim, com a assinatura deste convênio com a PMT, fortalecemos ainda mais este vínculo com as origens da Associação, tornando esta parceria “especial”. Nesse novo ciclo, iremos atender 600 crianças e adolescentes”, afirma o diretor técnico do Ajudôu, Márcio Andrade.

O projeto visa o desenvolvimento como um todo, pois, além das aulas, são realizadas palestras socioeducativas com temas variados, como: higiene bucal, prevenção de acidentes domésticos, meio ambiente, entre outros. O uniforme é entregue a todos os alunos, para total participação.

“As atividades desenvolvidas trazem inúmeros impactos positivos para os beneficiados tais como o desenvolvimento de valores fundamentais como o respeito, a disciplina e a cooperação, além de diminuir a evasão escolar e melhorar o comportamento e o comprometimento dos alunos na escola. Gostamos de dizer que nossos projetos transformam vidas ao oferecer afeto, acolhimento e esperança a milhares de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social”, conta Juan Rachid, coordenador do Projeto Ajudôu Timóteo.

As aulas serão realizadas nas Escolas Municipais: Angelina Alves (bairro Bela Vista), Clarindo Carlos Miranda (bairro Macuco), Ana Moura (bairro Vale Verde), Novo Tempo (bairro Novo Tempo), João Bolinha (Distrito Cachoeira do Vale) e APAE (bairro Timirim).

Ainda há algumas vagas disponíveis, para realizar a matrícula, basta o (a) interessado (a) procurar as secretarias das escolas beneficiadas (supracitadas).

Protocolo Covid-19

Para realizar os atendimentos, sem colocar as crianças e professores em risco, foi desenvolvido o Protocolo para Retomada das Atividades Esportivas do Ajudôu no contexto da Covid-19. O manual do Ajudôu visa passar regras gerais de seguranças sanitárias contra a Covid-19.

Abaixo estão alguns exemplos de diretrizes:

  • Distanciamento mínimo exigido durante as aulas (1 aluno a cada 2 m²);

  • Todos os alunos devem começar e terminar as atividades no mesmo espaço de tempo e saírem de forma ordenada, sem contato e aglomeração;

  • Término das aulas 10 minutos antes para não aglomerar com a turma da próxima aula;

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3