Usiminas

OS RESULTADOS DO ECONOMIA CIRCULAR

Criar oportunidades de negócios coletivos e identificar oportunidades de recuperação e reúso de recursos entre as empresas e os diversos ciclos existentes, esse é o objetivo da Rede de Economia Circular em Minhas Gerais, programa criado pela FIEMG que reduz desperdícios e custos operacionais e ganhos econômicos e ambientais, aumentando a competitividade das indústrias e proporcionando um ambiente mais sustentável.

A iniciativa é uma evolução do Programa Mineiro de Simbiose Industrial, iniciado em 2009, que já envolveu mais de 760 empresas no Estado. Diversos tipos de materiais já foram negociados desde sua criação, como água, vapor, energia elétrica, resíduos orgânicos, plástico, vidro e metais.

Inserida nesse processo, a FIEMG Regional Vale do Aço promoveu na última semana uma rodada de diagnóstico do Programa na Aperam, Usiminas e na empresa Residuar.

De acordo com Amanda Duque, analista ambiental da FIEMG, as empresas foram capacitadas na primeira fase e orientadas a preencherem um questionário de diagnóstico com o mapeamento das ações Economia Circular e durante a visita, foram apresentadas as práticas sustentáveis já realizadas pelas empresas, bem como a identificação das evidências e aspectos ambientais de cada processo produtivo e o levantamento das oportunidades de melhoria.

Para concluir esse ciclo ela explica que foi sugerido uma rodada de negócios coletiva. “A ideia é que o resíduo de uma empresa vire insumo para outra, seja por comercialização ou atração de um novo investimento. Reuniremos nessa rodada cerca de 30 empresas de toda rede mobilizada pela FIEMG, além de parceiros e associados”, explicou.

“A Aperam pautada no respeito ao Meio Ambiente e na busca contínua pela melhoria em seu processo, busca através da Economia Circular junto à FIEMG, alcançar melhores resultados voltados para o desenvolvimento de possíveis soluções que reduzam o desperdício e tenham ganhos econômicos e ambientais para nos tornar ainda mais sustentáveis”, disse Walder Carvalho, engenheiro de segurança do trabalho e meio ambiente.

Para Rafael Eugênio, diretor da Residuar, o Programa é muito positivo porque além de capacitar gestores e empresas, apresenta novas relações de fornecimento, sustentabilidade e competitividade.

“Ficamos muito satisfeitos de participar desse Programa; uma vez que a Residuar tem em seu DNA a economia circular, pois transformamos restos de alimentos em um adubo orgânico que é utilizado para a produção de novos alimentos, ou seja, fazemos a reinserção de produtos pós consumo ao início da cadeia produtiva”, relatou.

Interessados em conhecer o Programa, basta acessar o site www7.fiemg.com.br/fiemg/produto/economia-circular ou agendar uma visita da analista ambiental da FIEMG por meio do telefone 31 3822-1414 ou email amanda.duque@fiemg.com.br

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3