Sem Título-1

LUZES DE NATAL ILUMINAM IPATINGA A PARTIR DESTA TERÇA-28

A 17ª edição do Projeto Seminaluz contempla pontos turísticos da cidade com mais de 250 mil lâmpadas. Chegada do Papai Noel e acendimento da decoração especial do Parque Ipanema acontece no dia 7 de dezembro.

Vem aí mais uma temporada de luzes de Natal em Ipatinga, com a 17ª edição do Seminaluz. O projeto, realizado pela Hibridus Dança e Seminaluz Ponto de Cultura, volta a decorar pontos turísticos de Ipatinga. Neste ano, a iniciativa foca suas ações nas pessoas e nos patrimônios culturais e vai iluminar com mais de 250 mil lâmpadas sete pontos: Praça 1º de Maio, Rotatória do bairro Cidade Nobre em frente à Prefeitura, Centro Cultural Usiminas, Centro de Memória Usiminas, Teatro Zélia Olguin, Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, no Horto, e Parque Ipanema. A decoração poderá ser vista até janeiro de 2024.

A iniciativa é patrocinada pela Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, com apoio do Instituto Usiminas, Prefeitura Municipal de Ipatinga e da Cênika Eventos. O projeto integra a agenda de eventos da prefeitura com o tema “Ipatinga, Cidade Luz”, que promoverá várias outras ações na cidade.

O diretor de Sustentabilidade e Relações Institucionais da Usiminas, André Chaves, salienta a importância do projeto para a cultura, turismo e economia local. “Faz parte do nosso compromisso valorizar os patrimônios, a cultura e as pessoas. E o nosso apoio ao Seminaluz é uma dessas ações. Por meio dele, conseguimos promover inúmeros benefícios para a cidade e região, movimentando a economia, emocionando pessoas e promovendo formação profissional”.

O prefeito Gustavo Nunes falou da importância dessa ação, que além de dar um charme a mais para a cidade, resgata também o espírito natalino tão importante para os dias de hoje. “A iluminação de Natal em Ipatinga é mais do que luzes brilhantes; é um reflexo do espírito comunitário e da alegria que a temporada festiva traz. Neste ano, a 17ª edição do Seminaluz promete não apenas iluminar nossos pontos turísticos, mas também encantar nossas vidas. É uma celebração da união e da beleza que nossa cidade oferece. Convido a todos para se juntarem a nós nesta festa de luz e alegria, que é parte integrante do tema ‘Ipatinga, Cidade Luz'”, apontou o prefeito.

Programação
A Praça 1º de Maio, no Centro, será a primeira a acender as luzes, no dia 28 de novembro, com cantata de Natal do Grupo Violaço. No dia 29/11, será a vez da Rotatória do Cidade Nobre ganhar iluminação de Natal. No dia 3/12, tem acendimento das luzes na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, no Horto, com Cantata do Grupo Acordes. No dia 7/12, o principal cartão postal de Ipatinga, Parque Ipanema, recebe alunos da rede pública de ensino e escolas de teatro da região para uma apresentação e inauguração das luzes, marcando ainda a tradicional e apoteótica chegada do Papai Noel.

Os três espaços culturais mantidos pela Usiminas também recebem as luzes. Dia 6, o acendimento será ao som de saxofone e violino no Centro Cultural Usiminas e no Teatro Zélia Olguin. Dia 8, será a vez do Centro de Memória Usiminas, com uma Cantata de Natal promovida pelo Coral da Fundação São Francisco Xavier (FSFX) e da Orquestra de Câmara do Vale do Aço.
O projeto
O Seminaluz completa 18 anos de existência e há quatro ilumina pontos da cidade. O projeto é um programa de fomento do ensino e criação de espaço de práticas das artes e técnicas de espetáculos, que oferece a profissionais, estudantes e público em geral dinâmicas de desenvolvimento, formação, experimentação técnica e artística, iluminação cênica e espetáculos. A iniciativa também integra o circuito estadual de pontos iluminados nesta época do ano: Natal da Mineiridade.

O realizador do Seminaluz, Morrison Deoli, salienta que o projeto ganhou do Ministério da Cultura o reconhecimento de Ponto de Cultura. “Entendemos que ao iluminar um bem público no período natalino, ao realizar nestes espaços cantatas de Natal, entre outras atividades culturais, estamos democratizando o acesso aos bens culturais, promovendo a interação do público e proporcionando experiências únicas”, frisa.

Compartilhe com um amigo

Facebook
WhatsApp
Email