Recomeça Minas

FIEMG PROMOVE REUNIÃO VIRTUAL SOBRE RECOMEÇA MINAS

A FIEMG Regional Vale do Aço,  em parceria com  seus sindicatos: Sindimiva, Sime, Sinpava e as Delegacias do Sindivest e Sinduscon, juntamente com a Superintendência Regional da Fazenda de Ipatinga, promoveu nesta terça-feira, 10/08, uma reunião virtual sobre o Plano de Regularização Incentivo para a Retomada da Atividade Econômica no Estado de Minas Gerais – Recomeça Minas.

O Recomeça Minas é uma iniciativa do governo do estado que estabelece incentivos ficais para a regularização de dívidas com o Estado e o direcionamento dos recursos para a desoneração fiscal dos setores mais impactados pela crise econômica decorrente da pandemia Covid-19.

“Nosso objetivo é levar informação e alertar os empresários quanto aos benefícios da adesão ao Plano, como incentivos fiscais para a regularização de dívidas com o Estado; além do uso dos recursos recebidos para a desoneração fiscal de setores que mais sofreram com a pandemia“, reforçou o Analista de Relações Empresariais da FIEMG Regional Vale do Aço, Luiz Sérgio Martins Júnior.

O Recomeça Minas criou benefícios tributários entre os quais destacam-se aqueles aplicáveis aos impostos estaduais: ICMS, IPVA e ITCD, cujos fatos geradores tenham ocorrido até o dia 31.12.2020.

“O Plano ofertado pelo governo visa propiciar aos contribuintes mineiros condições especiais, com descontos de até 90% nas multas e juros, para regularização de débitos de ICMS, e possibilitar a recuperação de recursos financeiros pelo Estado para atender às muitas demandas sociais derivadas da pandemia”, explicou Cristiano Chaves, Coordenador Regional do Crédito Tributário.

Segundo Chaves, a adesão deve ser feita até o dia 16 de agosto de 2021. “O pagamento à vista ou de cada parcela deve ocorrer até o penúltimo dia útil de cada mês, ou seja, a adesão deve ocorrer até o dia 16 de agosto, mas o primeiro pagamento pode ocorrer até o dia 30. Devem ser consolidados todos os débitos de ICMS por núcleo de Inscrição Estadual ou CNPJ e deve haver desistência de ações judiciais e/ou recursos administrativos”.

E alertou: “Caso o contribuinte queira regularizar apenas parte dos seus débitos de ICMS, pode requerer a exclusão dos demais Processos Tributários Administrativos – PTA, apresentando sua fundamentação (protocolodigital@advocaciageral.mg.gov.br).A Advocacia Geral do Estado – AGE emitirá seu parecer, avaliando a oportunidade e conveniência, e enviará para decisão do Secretário de Fazenda”, justificou.

Mais informações e esclarecimentos através do http://www.fazenda.mg.gov.br/empresas/refis-2021/undefined/icms/

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3