ACVA (2)

FIEMG FAZ BALANÇO DA AGÊNCIA DE CONVERGÊNCIA EM 2023

Lideranças da Agenda de Convergência para o Desenvolvimento do Vale do Aço (ACVA) reuniram-se nesta segunda-feira, 04/12, para a última reunião do ano.

Na oportunidade, o coordenador da iniciativa, Luciano Araújo, apresentou a linha do tempo e os projetos já concluídos ao longo dos últimos 12 anos.

Dentre os principais projetos concluídos foram mencionados: no eixo Infraestrutura – Pavimentação da MG-760, Outorga do aeroporto para a Infraero, além do projeto para ampliação e modernização do aeroporto e Aprovação pelo Copam da Revisão do Plano de Manejo do Perd. Em Segurança – Implantação de uma Delegacia da Polícia Federal em Ipatinga, Instalação do Pelotão do Corpo de Bombeiros de Coronel Fabriciano, Reforma do Ceresp de Ipatinga, Elevação da 3ª Cia. Independente de Bombeiros Militares em Ipatinga a Batalhão.

Na Saúde – Negociação junto do Governo para regularização da dívida do SUS com Hospitais do Vale do Aço, UPA em Coronel Fabriciano e Timóteo, Aumento do número de leitos de UTI no Hospital Márcio Cunha e Habilitação Central de Regulação das Urgências e Unidades Móveis, destinadas ao SAMU. No eixo Educação – Implantação do Projeto Cultura Empreendedora nas escolas, 6ª edição do Conecta, Implementação do IFMG no Vale do Aço, Ampliação da oferta de cursos no CEFET e Diagnóstico sobre a realidade da educação no Vale do Aço.

Já no eixo Competitividade – Assinatura do Convênio de Cooperação Técnica e Financeira entre APL e ABDI, Implantação do Centro de Excelência em Engenharia no Vale do Aço, Criação do Laboratório de Ensaios Mecânicos e Agregados Siderúrgicos, Reconhecimento do APL Metalmecânico do Vale do Aço pelo Governo de Minas Gerais e Sensibilização e capacitação de empreendedores Regionais.

No eixo Sustentabilidade – Fortalecimento da consciência Política e aumento da representatividade de políticos oriundos da Região do Vale do Aço (Voto Vale do Aço), Apoio, conhecimento e reconhecimento do Projeto Turismo no Vale e suas ações, Levantamento e registro dos principais projetos e atores da gestão hídrica na região e Disseminação e demonstração do Projeto Subsolagem da Cenibra para municípios da região.

“São 12 anos de atuação defendendo os interesses do Vale do Aço por meio dos seis eixos. Um modelo a ser seguido por todo o Estado de Minas, onde 68 entidades representativas da sociedade trabalham em prol do desenvolvimento da região imbuídos no mesmo propósito de fazer com que essa região seja a melhor para se trabalhar e viver”, disse Luciano Araújo, Coordenador da ACVA.

Para 2024 as expectativas são grandes. “Para o ano que vem daremos sequência aos projetos em andamento, além da criação de novos projetos com foco na atração de investimentos para a região. Trabalharemos para que o Vale do Aço seja um novo vetor de desenvolvimento de Minas Gerais”, destacou.

Concessão da BR-381
Para Luís Henrique Alves, presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) o maior entrave para o desenvolvimento regional é a BR-381. “Diante do não interesse das empresas e do cancelamento do leilão para concessão da duplicação da BR381, precisamos repensar e buscar solução para esse problema que perdura anos. Acredito que a união é mais que necessária nesse momento para reivindicarmos a duplicação da rodovia com recurso federal e posteriormente, buscar privatizar a BR, essa proposta teria duas vantagens: buscar empresas interessadas e baratear o pedágio, o que iria diminuir o custo do frete. Precisamos fazer uma mobilização de todo o leste de Minas e levarmos ao governo federal esse pleito tão importante para nossa região”, propôs.

Luciano completou que apesar da frustração da licitação não ter recebido nenhuma proposta, a duplicação da BR-381 continuará como um dos principais projetos para o próximo ano. “Esta é a terceira tentativa de conceder o trecho à iniciativa privada que termina com o mesmo desfecho. Precisamos cobrar dos nossos governantes, com apoio dos nossos deputados uma solução para esse entrave”, afirmou.

Antes de encerrar o encontro, Flaviano Gaggiato, presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, agradeceu aos membros da ACVA por toda dedicação e empenho. “2023 foi um ano de muitas conquistas. Que 2024 seja um ano de superação, de muito trabalho e motivos para celebrarmos ainda mais o desenvolvimento do Vale do Aço”, concluiu.

Acompanhe os projetos em andamento no site da ACVA: www.agendadeconvergenciamg.org.br/

Compartilhe com um amigo

Facebook
WhatsApp
Email