zimabué-parque-Gonarezhou-1ab-DR-fzs

ELEFANTES A SALVO

O Parque Nacional de Gonarezhou, que cobre 5.000 quilómetros quadrados no Zimbabué, na África, vai passar a receber anualmente 1 milhão de dólares (884 mil euros) para ajudar a combater a caça ilegal e desenvolver as suas atividades. A verba, que será atribuída ao longo dos próximos 15 anos, será doada pelo Legacy Landscapes Fund (LLF), uma nova iniciativa internacional que ajuda financeiramente paraísos de vida selvagem em países pobres.

Casa de 11 mil elefantes – Gonarezhou significa “o lugar do elefante” na língua shona local – e também de rinocerontes negros, o parque é gerido pela Frankfurt Zoological Society (FZS), que fez o anúncio da doação.

“A ideia é fornecer um financiamento confiável para operações básicas numa área protegida”, Dagmar Andres-Bruemmer, da FZS, à agência AFP.

“Em alguns parques de África, o trabalho básico, como as patrulhas, não pôde ser feito devido a cortes no orçamento durante a pandemia. Portanto, a caça ilegal aumentou significativamente”, acrescentou.

O LLF, criado em 2021, é um fundo público-privado estabelecido como uma instituição de caridade sob a lei alemã para ajudar a fechar a lacuna de financiamento para a conservação da biodiversidade.

Entre os seus membros contam-se os governos da Alemanha e de França, o Banco de Desenvolvimento da Alemanha, a Agence Française de Developpement, a União Internacional para a Conservação da Natureza e o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
Cenibra 3
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3
Cenibra 105 mil
Agasalho 2022