Romeu-Zema-e-Secretario-de-Estado-de-Desenvolvimento-Economico-Frederico-Ayres-Lima-CEO-da-Aperam-Credito--Francisco-Pereira-Neto

E AS NOVIDADES QUE A APERAM RESERVOU PRA HOJE?

Aperam South America se torna a primeira empresa com balanço carbono neutro do mundo no segmento de aços planos especiais e anuncia investimentos

Serão investidos R$ 588 milhões, sendo a maior parte do aporte destinada à usina, em Timóteo, para modernização do processo de laminação a quente

Líder na América Latina na produção de aços planos especiais, a Aperam South America  anunciou hoje, durante cerimônia com o governador de Minas, Romeu Zema, dois importantes feitos para o Estado, o país e o setor: a empresa acaba de se tornar a primeira do mundo no segmento de aços planos especiais a alcançar um balanço neutro entre emissões e remoções de gases do efeito estufa da atmosfera.  A conquista inédita acontece em um momento importante para a companhia, que investirá cerca de R$ 588 milhões (US$ 117,5 milhões) na modernização de sua planta industrial em Timóteo, no Vale do Aço mineiro, e nas operações da Aperam BioEnergia, unidade de negócio no Vale do Jequitinhonha. O evento contou com a participação de autoridades do Vale do Aço, como o prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Hiller Félix.

A maior parte do aporte será destinada à atualização de todo o processo de Laminação de Tiras a Quente (LTQ) da usina em Timóteo, permitindo à companhia ampliar, a partir de 2024, a gama de produtos, com a oferta de aços especiais de maior complexidade e resistência, como o Endur – primeiro aço inoxidável de alta resistência à corrosão no mundo, lançado pela Aperam em 2019. Na LTQ acontece a transformação das placas oriundas da aciaria em bobinas a quente (BQs).   Os investimentos na operação da Aperam BioEnergia têm como objetivo manter a produção sustentável de carvão vegetal, mudas e sementes desenvolvidas com avançada tecnologia de melhoramento genético florestal.

A modernização da laminação a quente, que contempla a aquisição de uma nova cadeira para o Steckel – equipamento responsável pela transformação mecânica e  metalúrgica através da laminação de placas – prevê, ainda, a atualização tecnológica de toda a parte elétrica e de automação envolvida no processo, garantindo capacidade de atendimento às crescentes exigências do mercado. “A partir da oferta desses novos produtos, a Aperam South America irá fortalecer sua presença no mercado, ao mesmo tempo em que ampliará a competitividade e a capacidade de entregar soluções ainda mais inovadoras em aço inox” , destaca o CEO.

O aporte representa a segunda etapa de uma série de investimentos que a companhia vem fazendo em Minas. Em 2021, ainda em um cenário de pandemia, a Aperam investiu outros R$ 243 milhões na atualização das linhas de aço inoxidável e aços elétricos e nas operações da BioEnergia. Com isso, já são R$ 831 milhões aprovados e investidos no Estado em 2021 e 2022. A ampliação da diversidade produtiva da usina, no primeiro momento, vai abastecer o mercado doméstico e, a longo prazo, o internacional.

Para Douglas Willkys, prefeito de Timóteo, “esse anúncio demonstra o compromisso da Aperam em continuar fortalecendo o seu negócio e com o desenvolvimento de Timóteo. A empresa tem uma importância vital para a cidade e também para os trabalhoradores e moradores”.

Balanço carbono neutro

Pautada pelo conceito de inovabilidade, que significa usar a inovação a favor da sustentabilidade, a Aperam South America se orgulha por ter atingido o balanço neutro entre emissões e remoções de gases de efeito estufa da atmosfera no acumulado de  2020/2021. Na prática, isso significa que a companhia não contribuiu para o efeito estufa e o aquecimento global. A Declaração de Verificação foi emitida pela Société Générale de Surveillance (SGS), líder em testagem, inspeção e certificação, após auditorias realizadas em 2021 e 2022 (referentes aos anos de 2020 e 2021, respectivamente).

As medições comprovaram que as operações integradas da Aperam South America e da Aperam BioEnergia, resultaram em um volume de gases removido da atmosfera maior do que o emitido nos processos de fabricação de aço e de carvão vegetal, no período analisado. Após ter neutralizado todo o volume de gases de efeito estufa emitidos, a empresa removeu um adicional de 33 mil toneladas métricas da atmosfera. O inventário seguiu a Norma ISO 14064-1 e as diretrizes do Programa Brasileiro GHG Protocol, metodologias internacionalmente reconhecidas pela World Steel Association.

Para o governador de Minas, Romeu Zema, com a certificação do carbono neutro a Aperam South America mostrou, na prática, que tem uma atuação comprometida com a sustentabilidade. “A Aperam largou na frente e cumpriu seu dever de casa. O que a companhia já fez com a conquista do carbono neutro é o que todas as empresas ainda terão que fazer. Sabemos que o país que quer ter algum lugar no mundo tem que mostrar que sua operação é verde”.

A conquista da neutralidade de carbono acontece 30 anos antes do prazo estabelecido pela empresa, que era reduzir suas emissões até 2030 e neutralizá-las até 2050. De acordo com o diretor presidente da Aperam South America e da Aperam BioEnergia, Frederico Ayres Lima, esse é o resultado de um trabalho incansável da companhia em busca de uma operação cada vez mais limpa e sustentável para os clientes e a sociedade, numa era em que as grandes corporações são chamadas a assumir o protagonismo da agenda de combate ao aquecimento global.

“O planeta clama por soluções eficazes e ágeis no que diz respeito à minimização dos impactos ambientais e nós entendemos claramente o nosso importante papel neste contexto. A sustentabilidade das operações da Aperam no Brasil e os investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento permitiram à empresa conquistar este feito muito antes do prazo, reforçando nossos três valores fundamentais: liderança, agilidade e inovação”, afirma o CEO .

Para chegar à neutralidade de carbono, a empresa apostou tanto na captura de gases de efeito estufa  da atmosfera quanto na redução de sua emissão. A primeira se dá com o cultivo de milhares de hectares de florestas renováveis de eucalipto e a preservação de florestas nativas no Vale do Jequitinhonha e na reserva Oikós, em Timóteo. A redução da emissão de gases de efeito estufa, por sua vez, foi acelerada com a transição energética da Aperam para o carvão vegetal, energia limpa que substituiu o coque. A empresa concluiu a conversão de seus alto-fornos há mais de dez anos, em 2011, sendo a única do mundo, no segmento de aços planos especiais, a produzir 100% do aço a partir de carvão vegetal.

Sobre a Aperam

A Aperam South America é produtora integrada de aços planos inoxidáveis, elétricos e carbono. A partir de uma gestão baseada nos valores: liderança, inovação e agilidade, consolida-se como líder no mercado brasileiro em seu segmento. Sua planta industrial, localizada em Timóteo-MG, possui capacidade produtiva total de 900 mil toneladas de aço líquido por ano. Desde 2011, integra o Grupo Aperam, segundo maior da Europa, composto de outras cinco plantas industriais na França e na Bélgica, cuja capacidade alcança 2,5 milhões de toneladas de placas de aço por ano. Utiliza 100% de carvão vegetal produzido por sua subsidiária no Vale do Jequitinhonha: a Aperam BioEnergia, que produz e comercializa carvão vegetal, tecnologia, mudas e sementes, a partir de florestas renováveis de eucalipto em Minas Gerais.

 

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
Cenibra 3
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3
Cenibra 105 mil
Agasalho 2022