Comércio do Vale do Aço - Foto Emmanuel Franco (8)

CONTRIBUIÇÃO QUE GERA BENEFÍCIOS AO COMÉRCIO VENCE NO DIA 15

Empresas no varejo e atacado de bens e serviços do Vale do Aço têm até o próximo dia 15 para pagar, sem multa, a Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical Urbana (GRCSU). O vencimento do tributo, que ocorre anualmente em 31 de janeiro, foi prorrogado em 2022, mas o valor a ser pago ainda continua sendo calculado conforme o capital social do negócio.

Empresas que ainda não receberam a guia podem solicitá-la ao Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) do Vale do Aço. Segundo o presidente da entidade patronal, José Maria Facundes, ao quitar a GRCSU até o dia de vencimento, o empresário transfere ao sindicato algumas obrigações, como o pagamento de bonificações de casamento e óbito aos comerciários e à sua família, respectivamente.
“A Contribuição Sindical Urbana nos fortalece institucionalmente e é muito importante para que continuemos lutando pelo comércio regional”, resume Facundes.
O presidente do Sindcomércio lembra que, recentemente, no período mais crítico da pandemia, o Sindcomércio precisou ir às ruas e fazer protestos, enviar inúmeros ofícios a órgãos públicos e ainda ingressar com ações judiciais para que as lojas reabrissem as portas e funcionassem em horário ampliado, já que ficou comprovado que não era o comércio o responsável pela ascendência dos números atinentes à Covid-19.
“São muitas as bandeiras que defendemos em prol do empresário, diariamente, o que só é possível graças ao recolhimento da Contribuição Sindical Urbana”, finaliza Facundes.

Outros benefícios
Empresas em dia com o Sindcomércio têm, gratuitamente, assessorias jurídica, econômica, empresarial e contábil. O sindicato também oferece um “banco de empregos” às empresas, mecanismo que filtra currículos profissionais e os encaminha para lojas com vagas em aberto. Há ainda, entre outros benefícios, convênios com faculdades da região que permitem descontos a empresários, comerciários e contadores.

Dividido  

Toda a arrecadação da GRCSU é partilhada entre a Confederação Nacional do Comércio (CNC), Federação do Comércio do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG), o Sindcomércio Vale do Aço e o Ministério do Trabalho e Previdência.

 

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email