Live

5º ENCONTRO DO TAMBOR MINEIRO DO VA FECHA O ANO COM SUCESSO

O Grupo Valentinas concluiu no último mês as atividades do 5º Encontro do Tambor Mineiro do Vale do Aço – ETAMVAÇO.  Aberta em outubro, a programação reuniu atrações culturais no formato online devido à necessidade imposta pela pandemia de se manter o distanciamento social.

“A cada edição, o  ETAMVAÇO se firma mais como tradição do Vale do Aço. Vamos nos aperfeiçoando, evoluindo no fomento da cultura afro-mineira, principal objetivo do Encontro”, sublinha o idealizador e co-realizador do evento,  Wemerson Rodrigues, o Geleia, destacando em seguida que “se unir aos mestres do congado durante o ETAMVAÇO para fomento da musicalidade do tambor mineiro é fundamental no processo de legitimação do movimento.”

Luís Fabiano dos Santos, capitão-mor da Guarda de Moçambique de Timóteo, e Jailton Laurindo, Capitão da Guarda de Congado Irmandade de Nossa Senhora do Rosário de Jaguaraçu, estão entre os mestres participantes do  ETAMVAÇO, que contou ainda com o capitão de congado, Maurício Tizumba. Compositor, cantor, multi-instrumentista e diretor musical, Tizumba ministrou uma oficina de tambor mineiro para o Grupo Valentinas. “Foi um momento bom de enaltecer as manifestações culturais de matriz africana, especialmente o congado, fio condutor da cultura afro-mineira”, frisou Geleia.

Conhecido por suas músicas marcadas pela influência do congado e por sua dedicação ao resgate da arte afro-brasileira, Tizumba falou de suas raízes. “Eu me sinto muito feliz por ter nascido dentro desse universo das manifestações religiosas de matriz africana. Ainda criança, aprendi a rezar o Rosário com a minha vó e com a minha mãe, além das orações do Candomblé”.

Em meio à roda de conversa, o mestre Luís Fabiano dos Santos lembrou da participação de Tizumba na Festa do Rosário, em Timóteo. “Foi e sempre será um presente poder compartilhar momentos assim com esse mestre da arte, do congado, da cultura afro”.

A realização do  ETAMVAÇO acontece sempre na semana da Consciência Negra, “com o objetivo de destacar a importância do povo preto para nossa formação artística e cultural, tendo como foco a cultura afro-mineira”, frisa Geleia, acrescentando que, “além do bate-papo com os mestres e o Grupo Valentinas, a programação do evento contou com o show inédito Valentinas Coração de Minas. Ambas as atrações estão  disponíveis para o público no canal do Youtube do Grupo Valentinas”, avisa o músico.

 

Ficha Técnica

A coordenação do 5º  ETAMVAÇO leva assinatura de Geleia. O projeto é desenvolvido em parceria com os percussionistas Ari Andrade, Nívea Paula, Chrika de Oliveira, Geniane Vieira, Júlia Rolim, Lucas Natureza, Douglas Netto (violões e guitarras), Guilherme Lopes (contrabaixo) e Welington Cristo (teclados, violão e saxofone). A produção é de Leila Cunha (Fino Trato).

O  ETAMVAÇO é realizado com o apoio da Fundação Renova, por meio do Edital Doce.

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
Cenibra 3
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3
Cenibra 105 mil
Agasalho 2022