Andreia Moraes (3)

LEUCEMIA AGUDA VOLTA A SER TRATADA NA UNIMED VALE DO AÇO

A oferta de tratamentos inovadores tem crescido na Unimed Vale do Aço. Recentemente, a cooperativa voltou a tratar casos de Leucemia Aguda em sua Oncologia, em Coronel Fabriciano. A equipe multidisciplinar, composta por enfermeiros e farmacêuticos, também conta com a coordenação dos tratamentos pelas doutoras Andreia Moraes e Letícia Telles, médicas cooperadas e hematologistas.

“Hoje os protocolos de tratamento são muito divulgados e uniformizados. O paciente que recebe um tratamento para a leucemia aguda em nossa Unimed receberia o mesmo se estivesse em Belo Horizonte ou em outro país, por exemplo. Nossos protocolos são os mesmos validados em grandes instituições, com boas respostas. Além de outra questão bem importante que é o fato dele passar pelo tratamento ao lado da família, sem precisar se mudar para outra cidade. É poder ter o apoio da família em um momento de fragilidade, o que é um ganho para o paciente e seu processo de cura”, explicou a Dra. Andreia Morais.

Os pacientes poderão realizar o tratamento na unidade de Oncologia da Unimed Vale do Aço, localizada a rua Ipanema, 86, Centro, Coronel Fabriciano. O horário de funcionamento é de segunda a quinta-feira, das 8h às 18h; e sexta-feira, de 8h às 17h.

Sobre a doença

Segundo o INCA, a leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida e tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais. Na leucemia, uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade sofre uma mutação genética que a transforma em uma célula cancerosa.

A leucemia pode ser classificada como “aguda” ou “crônica” de acordo com a velocidade de crescimento das células doentes assim como de sua funcionalidade. A leucemia aguda progride rapidamente e produz células que não estão maduras e não conseguem realizar as funções normais. A leucemia crônica, entretanto, normalmente progride lentamente e os pacientes têm um número maior de células maduras. No geral, essas poucas células maduras conseguem realizar algumas das funções normais. A leucemia também é classificada a partir do tipo de célula do sangue que está doente.

Assim, podemos ter 4 principais tipos de leucemia: Leucemia linfoide aguda, Leucemia mieloide aguda, Leucemia linfoide crônica e Leucemia Mieloide Cronica.

“Há alguns anos, tratávamos casos de leucemias em nossa cooperativa e por várias questões, tivemos que suspender o atendimento. Quando começamos, a Unimed foi o primeiro hospital aqui do Vale do Aço a ofertar o tratamento. Nossa primeira paciente foi uma menina de 2 anos e 6 meses e  que hoje é uma adolescente de 16 anos. Agora voltamos a tratar as leucemias agudas com uma estrutura excelente, que dará o suporte necessário aos pacientes”, acrescentou a médica cooperada.

A Dra. Andreia Morais ainda destacou o quanto é importante a realização de exames periódicos e os cuidados com a saúde. “Ao mesmo tempo em que a informação e a internet ajudam muito, elas também acabam atrapalhando quando não são verídicas. O tratamento da leucemia é muito associado a pacientes carecas e em extremo sofrimento, com queda de cabelo. Com o avanço da ciência e dos medicamentos usados, os pacientes têm uma tolerabilidade melhor ao tratamento. Também é preciso atenção aos primeiros sintomas, há quem se assuste muito com o diagnóstico e há aqueles que não dão a devida importância a doença. Então, em caso de dúvida ou a qualquer sintoma, procure o médico e nós estamos a disposição para atendê-los”, concluiu.

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
Cenibra 3
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3
Cenibra 105 mil
Agasalho 2022