Gavião do Rabo Branco durante um exame veterinário antes da soltura realizada, nesta semana.

USIPA CELEBRA DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06), a Usipa, por meio dos departamentos de Natação e Ginástica Artística em parceria com o Centro de Biodiversidade (CEBUS), programou várias ações para os atletas do clube, durante todo o mês de junho.

O pontapé inicial das atividades ficou por conta da Ginástica Artística. Na primeira semana do mês, mais de 60 integrantes do Projeto Ginastas Verdes, visitaram o CEBUS e plantaram mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, próximo aos recintos das aves. Durante a trilha, a bióloga do projeto, Ana Carolina Oliveira, instruiu os atletas sobre a importância de cuidar dos animais e da natureza. A equipe do CEBUS também participou da iniciativa e detalhou aos visitantes as atividades do Programa de Reabilitação da Fauna Sem Lar.

O Projeto Ginastas Verdes começou no início deste ano e viabiliza o acesso de crianças em situação de vulnerabilidade social a uma atividade esportiva que envolve arte, cultura e educação ambiental. O Projeto foi aprovado no Edital Doce da Fundação Renova e é financiado com recursos da própria Fundação.

Segundo o coordenador da Ginástica Artística, Rodrigo de Freitas, a cada 15 dias os ginastas participam de oficinas com variados temas ambientais. “O Projeto já acontece periodicamente no clube. No mês em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente intensificamos as ações do projeto e denominamos junho como o mês da Coleta Seletiva. Sendo assim, vamos abordar os benefícios desse mecanismo para o nosso planeta”, explica.

Natação

Já o departamento de natação vai conscientizar os nadadores sobre a importância da vida aquática. “Durante o mês, vamos realizar oficinas de confecção de materiais esportivos com produtos reutilizáveis e instruir os alunos sobre ameaças à vida aquática como a quantidade de lixo, descartados em rios e mares”, destaca Rômulo Assis, coordenador de Natação da Usipa.

Programa de Reabilitação da Fauna Sem Lar

Outro importante trabalho ambiental realizado na região do Vale do Aço e no estado é o Programa de Reabilitação da Fauna Sem Lar do Centro de Biodiversidade da Usipa, em parceria com a Usiminas, a Associação Regional de Proteção Ambiental do Vale do Aço – ARPAVA e o Instituto Estadual de Florestas (IEF), de Belo Horizonte – MG.

O Programa acolhe, trata e reabilita animais silvestres em condições de risco provenientes de apreensões por tráfico ou recolhimentos pela Polícia de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e/ou IEF. Desde 2017, início do projeto, já foram recebidos mais de 1.460 animais, destes 10,8% permanecem em tratamento ou em reabilitação para a soltura, 36,4% morreram, 46,5% já foram devolvidos para a natureza e 6,4% foram incorporados ao plantel do zoológico.

Em 2021, já foram soltos 41 animais entre jandaias, corujas, tamanduá mirim, gambás e quatis, a maioria dos animais chegou em 2019 e 2020. Nesta semana, a equipe do CEBUS reintegrou à natureza cinco aves que estavam sob os cuidados do Centro. Algumas passaram por um longo período de recuperação, como o caso do Gavião do Rabo Branco (Geranoaetus albicaudatus), que chegou em 2017. As outras que tiveram uma segunda oportunidade foram: uma Corujinha do mato (Megascops choliba) e três Gaviões Carijó (Rupornis magnirostris).

 

Compartilhe com um amigo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Agenda de convergencia
Cenibra
Sindcomércio Vale do Aço
AAPi
WR
Unimed
Usiminas
Cenibra 02
Usisaude 2
Usisaude 1
Usisaude 3