USIMINAS: SETOR DÁ SINAIS DE LEVE MELHORA

O segundo semestre de 2016 deverá ser um pouco melhor que os primeiros seis meses do ano, conforme estimativas do setor siderúrgico. O diretor-presidente da Usiminas, Sergio Leite, informou que a entidade que representa o segmento no País (Instituto Aço Brasil) identificou pequenos sinais de crescimento e uma tendência de estabilidade para os próximos meses.

Durante o painel “Conjuntura Política e Econômica” Leite afirmou também que o crescimento do setor siderúrgico e, consequentemente, da economia brasileira, depende do estímulo do governo aos investimentos em infraestrutura e da melhora da competitividade para as exportações. O executivo participou nesta quinta da 7ª edição da Construmetal, feira promovida pela Associação Brasileira de Construção Metálica (ABCEM), que acontece em São Paulo, de 20 a 22 de setembro.

Sobre a Usiminas, o presidente afirmou que a empresa – após o aumento de capital, da ordem de R$ 1 bilhão, e a conclusão da renegociação da dívida – está totalmente focada para a geração de resultados. “Estamos trabalhando fortemente para gerar caixa”, afirmou.