USIMINAS É A MELHOR EM RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

A Usiminas foi mais uma vez reconhecida pela prática sustentável em seus processos produtivos. No último dia 30 de março a empresa foi uma das vencedoras do 7º Prêmio Mercedes-Benz de Responsabilidade Ambiental com o projeto “Junto e Misturado – Baia de Mistura”. A montadora avalia anualmente as iniciativas de seus fornecedores e a Usina de Ipatinga foi uma das premiadas pelos resultados na reciclagem de resíduos inicialmente dispostos em aterro industrial.

O trabalho realizado desde 2015 foi submetido à avaliação de uma comissão julgadora formada por membros da Mercedes-Benz, da Universidade Federal do ABC e do Centro Universitário FEI, instituições referência na região do ABC Paulista. “Esta premiação tem um forte impacto nas áreas que trabalhamos junto à Mercedes-Benz, como logística e engenharia. Fortalece ainda mais a parceria histórica da Usiminas com este cliente e incentiva novos projetos além daqueles que já participamos atualmente,” avalia o gerente de contas da Usiminas, Cleber Correa do Nascimento, que recebeu o troféu.

Projeto premiado

A premiação foi concedida pelo resultado do projeto chamado de “Baia de Mistura de Resíduos”, que possibilitou a revisão de práticas operacionais, adequação e adaptação de equipamentos já existentes. Assim, se tornou possível a captação e reciclagem da lama fina de aciaria, carepas e reciclado industrial gerados na produção, antes depositados em aterro industrial, mas agora utilizados em substituição ao uso de minério e antracito na sinterização.

A reciclagem da lama trouxe resultado nos três pilares da sustentabilidade. No ambiental, houve a redução da disposição do material em aterro industrial, assim como a preservação de recursos naturais como minério e antracito devido à menor demanda. O projeto também fez a diferença para a comunidade, com redução de 60% ao mês no número de viagens de caminhões em vias públicas (redução de 550 viagens/mês) durante transportes de material para o aterro industrial. A produção também se tornou eficiente com economia anual de R$ 3,4 milhões em aquisição de matérias-primas.

Gestão sustentável

O novo prêmio soma-se a outros recentes reconhecimentos recebidos pela Usiminas por práticas de produção sustentável. Ainda na gestão de coprodutos, a empresa venceu em 2016 o Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza pelo programa “Caminhos do Vale”, que viabiliza a aplicação do agregado siderúrgico na recuperação de estradas rurais no Vale do Aço e circunvizinhança com a recuperação de nascentes e outras iniciativas ambientais em contrapartida junto às prefeituras. Em 2017 o programa também entrou para Banco de Boas Práticas Ambientais na Indústria, um espaço virtual gerido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e pela Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) para compartilhar iniciativas e resultados de processos produtivos ecoeficientes.

“Os prêmios são resultado do trabalho junto às áreas de produção na busca contínua de soluções e avanços em nossos processos. A produção sustentável é um compromisso histórico de mais de meio século da Usiminas, que nos motiva a inovar diante de oportunidades como estas,” avalia o coordenador do Grupo de Trabalho Coprodutos da Usiminas, Henrique Hélcio Eleto dos Santos.