UNIMED VALE DO AÇO PRODUZ EPIs HOSPITALARES

Diante da escassez de máscaras e capotes para compra no mercado, em decorrência da pandemia de Coronavírus, a Unimed Vale do Aço trabalha na própria produção de Equipamentos de Proteção Individual, os EPIs para garantir a segurança dos profissionais aue atuam na instituição. Um grupo de colaboradoras costureiras e voluntárias, com o apoio da gerência do Hospital Metropolitano Unimed, iniciou os trabalhos. Em média, são produzidas cerca de 100 máscaras e 70 capotes por dia.

Maria das Graças Silva, uma das costureiras envolvidas na ação, contou sobre o trabalho. “É gratificante poder ajudar e cada um faz da maneira que pode. Eu já atuava na costura dentro da Unimed, com o reparo de itens de enxoval e nunca havia produzido EPIs. Quando veio a ideia de poder contribuir, me dispus a ajudar. Hoje temos várias colaboradoras que costuram envolvidas, além de mães, avós e outras voluntárias”, contou.

No HMU, as máscaras e capotes são produzidos com material apropriado, de acordo com as normas de segurança estabelecidas pelos órgãos responsáveis. Todos os EPIs confeccionados serão utilizados por médicos cooperados e equipe de assistência da Unimed Vale do Aço.