SONHO, LUXO, EMOÇÃO: CLÁUDIA HOOPER E MARCELO DOS SANTOS

A perfeição existe, e ela reside no imponderável, visível pelos olhos e sentimentos.

O casamento da advogada Cláudia Hooper com o médico cirurgião plástico Marcelo dos Santos foi um desses momentos em que detalhes passeiam por cada instante, carregados de significados. A noiva é uma mulher especialíssima, senhora de suas certezas, amorosa e amada por todos que têm o privilégio da amizade. Verdadeira, diria eu. Conheceu o Marcelo em uma viagem de férias ao Balneário Camburiú, onde ambos passavam o réveilon. Dali em diante, as separações obrigatórias (ele em São Paulo, ela em Belo Horizonte) foram ficando cada vez mais dolorosas, até que ele a pediu em casamento. Dispostos a viver no Vale do Aço, Marcelo acaba de transferir seu concorrido consultório médico para a região, ele que é um dos mais incensados profissionais da área, Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com séquito de pacientes felicíssimas com os resultados.

Mas voltemos à noite de ontem.  Sob as bênçãos de seus pais, Luís Antônio Hooper de Souza e Maria Ignez Freitas de Souza, Antônio Carlos Francisco dos Santos e Neusa Maria Dorotea dos Santos, Cláudia e Marcelo disseram o Sim definitivo, olhos nos olhos, paixão e comprometimento que prometem ser eternos.

A cerimônia religiosa aconteceu na Igreja Matriz de São Sebastião, em Coronel Fabriciano, e começou com a entrada de Cláudia, belíssima, vestindo modelo 2015 da estilista israelense Berta Bridal comprado em Miami, na multimarcas Chic Parisien. O estilo foge um pouco do tradicional e ficou perfeito na noiva. Ignez estava elegantérrima, em modelo nude de renda rebordada. Mãe e filha foram maquiadas por Luiz e penteadas por Rubem, que lhes destacaram a beleza e os traços finos. A mãe do noivo, Neuza, em longo vermelho com aplicações de rendas e decote, também pontificava pela elegância e sofisticação. E Marcelo não deixou por menos: seu bem cortado terno era Ricardo almeida. As madrinhas e seus pares capricharam nas escolhas, e davam nobreza à primeira fila das cadeiras da igreja.

Após a cerimônia, os convidados foram recebidos pelos noivos e seus pais na Sede Campestre do Aceista Esporte Clube, em Timóteo. O salão, decorado pela Matterfloris, era a concepção pura do luxo e da beleza. Rosas de várias tonalidades brincavam com verdes e outras flores em sintonia e sofisticação. Diversos ambientes foram formados a partir de mobiliário riquíssimo e dezenas de candelabros de cristal pendiam do teto, iluminando tudo. Um enorme gazebo de folhagens e troncos entrelaçados convidava à contemplação. Candelabros de prata e flores brancas nas mesas, que tinham cadeiras forradas de veludo caramelo e bem montados serviço de jantar.

A Equipashow montou a boate, as luzes e os globos dourados que enriqueceram a pista de dança, fazendo todo mundo dançar, primeiro ao som do DJ Raj, depois com a apresentação da super Banda Young.

O bufê Prima Pasta serviu delícias de sua cozinha espetacular, e Cristina Lodi Dias acertou quando escolheu fundos de alcachofra, camarões, folhados, petit gourmets e mesas de frios riquíssima, com antepastos que iam de queijos nobres a caldos substanciosos – o de alho poró com salmão estava divino! -, passando por carnes vermelhas, cogumelos, frutas secas e outros que tais. O serviço volante atuou tempo integral, até que os pratos quentes foram servidos. A mesa de doces eram um caso à parte, com trufas, amor em pedaços (amo!) bombons e muitos outros mais. Mais adiante, outra mesa, esta assinada pelo Buffet Merle Oliveira, convidava a experimentar cada copinho, cada tacinha, cada gostosura, num piscar de olhos!

Orquestrando tudo de forma perfeita, o Cerimonial Cálice garantiu aos noivos e às suas famílias e a tranquilidade que mereceram.
À saída, preciosos bem-casados davam aos convidados a chance de estender os doces sabores até o domingo…