SETOR METALMECÂNICO DO V.A. DESENVOLVER INCINERADOR DE LIXO

Um “Incinerador de Lixo” será o produto a ser desenvolvido pelo Arranjo Produtivo Local – APL Metalmecânico do Vale do Aço, definido pelo comitê gestor da entidade durante o II Workshop Competência Tecnológica em Projetos de Engenharia e Cultura da Inovação, que aconteceu nessa terça-feira, 21/08, na sede da FIEMG, em Ipatinga.

“O produto foi pensado devido à grande demanda de geração de lixo que não pode ser descartado de qualquer forma”, explica o pesquisador em tecnologia do Instituto SENAI de Tecnologia Metalmecânica, Júlio Pires.

O produto oferece oportunidade e desafios de otimização de operação e ganhos com aproveitamento do excedente energético, podendo ser um diferencial para o mercado. “O maior ganho desse produto é a incineração de lixo sólido e resíduos que transforma o material poluidor e o descarta de forma que não agrida o meio ambiente”, completa.

De acordo com a analista de projetos da FIEMG, Daniela Azevedo, três etapas foram traçadas para o projeto. “A primeira foi o levantamento e pré-seleção com base em projetos anteriores da Regional. A segunda, foi a metodologia para seleção e definição final do produto. Já a terceira e principal etapa, será o desenvolvimento da engenharia do produto, no caso, o incinerador de lixo”, disse.

Seis produtos foram apresentados por empresas que compõe o Arranjo Produtivo Local – APL Metalmecânico do Vale do Aço e avaliados em sete critérios: Padronização, Prazo para execução do projeto, Expertise do capital intelectual técnico do projeto, Complexidade tecnológica, Recurso financeiro para execução, Aderência às competências das empresas do APL Vale do Aço e Demanda de mercado.

“O produto aprovado além de atender a todos os requisitos, é inovador na região e propõe o aprimoramento de competências por meio de um formato de tutoria técnica em conjunto com o pool de recursos das empresas participantes”, destaca Marlon Duarte, presidente do APL Metalmecânico do Vale do Aço.

Vale ressaltar que o projeto é o primeiro com recurso captado diretamente para o APL Metalmecânico.

 

Caráter Inovador

 

“O projeto trabalha um ponto fundamental para a agregação de valor, que é a análise crítica e o desenvolvimento de projetos de engenharia. As empresas que têm essa competência ofertam produtos e serviços com um valor agregado muito maior, atingindo um outro patamar no mercado”, reforça Marlon.

O Incinerador de Lixo será conduzido pelo APL, juntamente com a governança que o compõe: Sistema FIEMG, Sebrae, Sindimiva, Empresas, Universidades, e do Centro de Excelência em Engenharia (CEE) que dispõe de equipamentos e softwares de última geração, além de mão de obra especializada e engenheiros qualificados.

De acordo com o edital, o projeto será concluído em dezembro de 2019 e contribuirá no aprimoramento da competência das empresas da região em desenvolvimento de projeto de engenharia, e também na promoção da cultura de inovação entre elas.

“Acredito na necessidade das empresas da região se unirem para desenvolver conjuntamente esse projeto. Esse é um dos motivos que acho esse projeto uma grande oportunidade para as empresas do setor”, acrescenta Jorge Vello, sócio-administrador da Arcon Engenharia de Climatização.

Empresas interessadas em fazer parte do desenvolvimento do Incinerador de Lixo poderão entrar em contato com o Sindimiva pelo telefone 3824-2710 ou através do email sindimiva@fiemg.com.br