(RE)PUBLICAÇÕES CHIQUE! UMA VIAGEM DE CORES E SABORES

Essa matéria, publicada na CHIQUE! de novembro/2018, trouxe o olhar da médica Dani Anacleto sobre as paradisíacas Ilhas Maldivas.

Um sonho transformado em férias por Daniela Maia Anacleto e Felipe Xavier . Em abril de 2018, o casal procurou uma agência de turismo e, feitas as malas (com bagagem que pesava menos que a exigência das companhias aéreas, já que teriam que voar em hidroaéreo) embarcaram para as Ilhas Maldivas. Foram três dias para ir, dois para voltar, pela rota de Zurich, na Suíça.

Ao sudoeste da Ásia, próximas à Índia e ao Sri Lanka estão situadas as Ilhas Maldivas – um paraíso isolado, cercado pelo oceano Índico, onde faz muito, muito calor, principalmente no período da alta temporada, que vai de dezembro a abril. 

A República das Maldivas é um pequeno país de origem muçulmana, composto por um conjunto de mais de mil ilhas. O principal destino das Maldivas são os resorts, que ocupam, individualmente, cada ilha, o que torna a viagem ideal para  quem aprecia isolamento e conforto. A capital, Malé, é a porta de entrada e recebe inúmeros voos internacionais. Entretanto, é necessária a realização de escala em outros países para voos provenientes do Brasil.

É Dani quem conta:

“Dependendo da distância entre o hotel e a capital, o translado será realizado de speed boats ou hidroaéreo (como no caso do nosso hotel escolhido, o Anantara Kihavah). Após pousarmos no mar, fomos recebidos por uma cerimônia festiva de boas-vindas, ao som de tambores e apresentados a toda ilha, onde ficaríamos sete dias.

Por meio de bicicletas nos deslocávamos entre as pequenas estradas de areia que cortavam a mata no interior da ilha ou entre as passarelas sobre o mar.  Contávamos também com auxílio, em horário integral, de um simpático funcionário maldiviano, uma espécie de mensageiro/mordomo chamado Asphan, de quem nos tornamos amigos. A língua oficial do país é dhivehi. Entretanto, os funcionários falam fluentemente diversas línguas, o que facilita a comunicação.

O mar em seus múltiplos tons de azul é a marca registrada. A transparência e a temperatura agradável das águas maldivas são um convite ao mergulho e a outras práticas aquáticas.

No hotel existe a opção de bangalôs sobre o mar, o que permite estarmos sempre conectados com a vida marinha. Em poucos minutos de mergulho com snorkel podemos ver peixes variados, arraias e tubarões.

O hotel apresenta diversas atividades, além de várias opções de restaurantes de  alta gastronomia com menu amplo, desde pratos típicos asiáticos até os demais clássicos da culinária internacional. A experiência gastronômica foi indescritível!

Um dos restaurantes está aproximadamente cinco metros abaixo do mar, sendo possível almoçar observando a vida marinha entre os recifes de corais.

A cada por do sol uma surpresa! Nuances de rosa, laranja e azul compunham o céu. Fechamos a viagem com um passeio de veleiro que ficará marcado em nossas memórias.

Maldivas é daqueles lugares que tiram o nosso fôlego e que consegue ser ainda mais incrível pessoalmente, superando qualquer expectativa. A imensidão do mar azul cristalino nos faz ter ainda mais certeza da existência divina. Foi uma realização estar lá e poder apreciar suas belezas naturais, além de ter conhecido outros povos de diferentes crenças e culturas.