PROGRAMA ENGENHEIRO EMPREENDEDOR COMEÇA NO VALE DO AÇO

Estudantes e recém-graduados dos cursos de Engenharia e áreas afins (administração, arquitetura, design e informática) selecionados para o Programa Engenheiro Empreendedor, no Vale do Aço, participaram na tarde desta quarta-feira, 17, da aula inaugural do projeto.
Este é uma iniciativa realizada pelo Sistema FIEMG (IEL e SENAI), em parceria com o SEBRAE-MG, com o objetivo de desenvolver habilidades empreendedoras, fomentando a competitividade da indústria mineira.

Para dar início ao programa, o presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, Luciano Araújo, explanou sobre sua trajetória profissional, desde quando iniciou sua carreira no extinto Banco Nacional até consolidar sua empresa, Provest, como a segunda maior fábrica de uniformes do país, além de ocupar diversos cargos na sociedade civil e empresarial.

Luciano evidenciou ainda algumas características fundamentais de pessoas empreendedoras, como persistência, perfil inovador, foco e adaptabilidade. “Hoje vocês iniciam um importante passo em suas vidas, e espero que juntos tornem muitos sonhos realidade, se destacando, em breve, como importantes fomentadores do desenvolvimento do Vale do Aço. Não acredito em sorte, acredito que existem oportunidades e pessoas de atitude, e espero que a decisão de participar deste programa seja o início de uma história de sucesso para vocês”, disse o presidente.

Fábio Rodrigues, estudante de Engenharia Civil, participou do programa Futuros Engenheiros, também promovido pelo Sistema FIEMG, e agora foi selecionado para participar do Programa Engenheiro Empreendedor. “Minhas expectativas são grandes!
Fomentar o mercado do Vale do Aço com ideias que serão relevantes é agregar valor ao mesmo. Com isso, esperamos que as iniciativas empreendedoras se tornem projetos, gerem empregos, novos negócios e, em consequência, desenvolvimento da região”, disse.

Em relação à aula inaugural, Fábio Rodrigues foi enfático: “Percebemos que, para empreender, temos que sair da caixa. Pensar o que ninguém ainda pensou! A aula inaugural nos trouxe embasamento para seguirmos firmes com nossos ideais empresariais, com um exemplo inspirador, que foi a história do Luciano Araújo”, afirmou.

As primeiras turmas do Programa Engenheiro Empreendedor somam 60 alunos, que contarão com 99 horas de capacitação, com instrutores do SENAI e consultores do SEBRAE. A metodologia do curso engloba encontros presenciais com monitorias técnicas e de negócio, feedback e bancas de avaliação.