PRODUÇÃO DE PUPUNHA GANHA ESPAÇO NA SERRA DOS COCAIS

A Fundação Aperam Acesita realizou nesta semana mais um curso em parceria com o Senar. Desta vez, a capacitação teve como foco Trabalhador da Exploração do Pupunha/Implantação e Tratos Culturais. A iniciativa contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano e Emater, e teve como foco fomentar a implantação do palmito pupunha no Cocais.

Típica da região Amazônica, o pupunha vem ganhando cada vez mais espaço no Vale do Aço, uma vez que a espécie se adaptou bem ao clima da região e tem despertado atenção dos produtores locais.

Aluno do curso, Ronilton de Sousa Venades trabalha na produção de carvão para indústria e produção de mel e hortaliças. Para o produtor rural, o curso ofereceu novas possibilidades de negócio. “O curso pra mim foi de grande valia, pois eu reconheci o grande potencial do cultivo do pupunha. É uma área dentro da agricultura que tem sido explorada na nossa região e que tem um futuro promissor”, destaca.

De acordo com a coordenadora de projetos da Fundação Aperam Acesita, Juliana Jácome, cursos como este despertam no produtor rural o interesse por novas formas de cultivo. “Nossa região é muito rica e podemos explorar novas formas de plantação estimulando o empreendedorismo local”, destacou a coordenadora.