PRA VER PARIS COM OUTROS OLHOS

Primeiro, vamos às considerações: Se você gasta fortunas em roupas, sapatos, bolsas, shows, cabeleireiro, maquiador, etc, etc, etc e diz “Quem me dera conhecer Paris. Isso não é pra mim” eu lhe digo agora: questão de escolha. Os pacotes estão aí, com preços razoáveis, e você pode dividir a passagem em até 12 vezes… Ficar num albergue é super maneiro, mesmo que você tenha 60 anos. Lá ninguém se importa… Então, derrubado este tabu, vamos lá: você foi e pensa que já viu tudo o que existe de importante em Paris.

Pois é aí que a coisa fica mais interessante: buscar lugares que não são tãooooo turísticos. Dou aqui umas dicas de amiga que acabou de chegar de lá e está encantada com estas novas “descobertas”. Quer se aventurar?