OBSERVADORES DE AVES TÊM ENCONTRO TÉCNICO

O Projeto Turismo do Vale, idealizado entre Sebrae e Circuito Mata Atlântica de Minas com o propósito de capacitar e orientar empreendedores locais para explorar as oportunidades econômicas oferecidas pelo desenvolvimento turístico, realiza mais uma ação. HOJE, às 8h30, na Fundação Aperam Acesita, acontecerá o Encontro Técnico de Desenvolvimento de Destino Turístico para Observadores de Aves.

O encontro contará com a participação dos consultores Tietta Pivatto e Fred Crema, referências nacionais nesse tema e serão também desenvolvidos trabalhos em grupos entre os participantes.

Ramo do turismo ecológico, a observação de pássaros tem conquistado cada vez mais adeptos em todo o mundo. O Brasil é o segundo país em diversidade de aves, contando com cerca de 2.000 espécies reconhecidas. A selva Amazônica, o Pantanal e a Mata Atlântica – presente na região do Vale do Aço, são os principais biomas onde está abrigado o maior número de diferentes espécies de aves. A atividade, feita por profissionais e leigos, envolve uma série de produtos e serviços específicos que favorecem o desenvolvimento sustentável de uma região, além de impulsionar a economia local, sobretudo os negócios ligados às atividades na natureza. A iniciativa encontrou eco junto a um dos objetivos globais da Organização das Nações Unidas – ONU, que inclui o turismo como meta para este ano.

Abrigando uma das maiores avifaunas da Mata Atlântica, o Parque Estadual do Rio Doce possui mais de 350 espécies identificadas até o momento. Cerca de 30 espécies foram encontradas pela primeira vez no parque, desde a elaboração do plano de manejo que conta com pesquisas e visita de observadores de aves. Estima-se que, pela diversidade de ecossistemas e algumas áreas pouco exploradas, existam muitas espécies que ainda não foram catalogadas.
Para mais informações: Jailma – (31) 98573-4558