MODA: A WGSN ESTUDA, ANALISA E MOSTRA O RESULTADO

Traduzido do inglês, a WGSN -Worth Global Style Network – é uma empresa de previsão de tendências da organização matriz Ascential. A WGSN foi fundada em 1998 no oeste de Londres pelos irmãos Julian e Marc Worth e, de lá pra cá, tem sido a plataforma mais respeitada e acessada por compradores de lojas, designers de estilo e gente que gosta do assunto moda.

Foi lá que pesquei esta matéria, um bom farol de localização para quem quer estar up-to-date.

“Hoje em dia, o status social é determinado pelas redes sociais, onde curtidas, comentários e índices de engajamento atuam como novas moedas. Em busca de validação, o público jovem dessas plataformas quer mostrar para os seguidores quem é e como se comporta.

Aproveitando a vibe feminina da temporada, é hora de apostar em saias mídi e mangas bufantes. Tenha cautela com a estampa de oncinha e as peças em ráfia – seu sucesso nas redes sociais vem ajudando a causar excesso de estoque.

Adapte a sua gama de estampas de animais e de tie-dye, procurando explorá-las em versões menos tradicionais para proteger e renovar essas propostas. Modere a quantidade do seu mix ao investir em tendências que estão em alta no Instagram.

  1. Use mangas bufantes para repaginar camisas, vestidos e blusas básicas: acompanhando a tendência da #novafeminilidade, explore a natureza versátil das mangas bufantes e adapte as peças da sua coleção para o seu público.
  2. Diminua a empolgação em torno das estampas de animais, uma vez que elas começam a se mostrar saturadas: fuja das estampas de oncinha e opte por versões abstratas como listras de zebra e bolinhas.
  3. Continue apostando em peças de comprimento mídi, mas fique de olho nas de tamanho mini: preste atenção se o comprimento mini é relevante para o seu público, uma vez que ele aparece em alta no segmento de luxo.
  4. Afaste-se de camisas e vestidos de estilo utilitário sofisticado (#elevatedutility), uma vez que as propostas femininas dominam essas peças: as jaquetas e os macacões continuam em alta entre as peças utilitárias, enquanto os shorts aparecem como boas opções para a P/V 20.

Invista com cautela nas tendências do Instagram: o hype das mídias sociais nem sempre se traduz em volume de vendas. Teste as peças fashion em pequenas quantidades para evitar a saturação.

O que vem por aí? A manga bufante vem crescendo no varejo e ainda não atingiu o seu potencial máximo, já que os looks esportivos casuais estão perdendo espaço para uma proposta mais feminina. Ela deve renovar diversas categorias de roupa na próxima temporada, principalmente a de vestidos e a de camisas, como destacado em nossos ‘resumos aos compradores’.

Adapte as peças de acordo com o seu público: procure não se arriscar e aposte em mangas com volume sutil no segmento comercial. No varejo para o mercado conceitual, opte por mangas ousadas ou presunto. Siga investindo na manga bufante para o verão 2020.

As lojas do segmento fashion que acompanham as tendências da moda investem pesado no estilo utilitário(as peças utilitárias, cargo e militares têm aumento anual de +328% no Reino Unido e de +122% nos EUA). O mesmo também é observado nas lojas do segmento de massa no Reino Unido (+192%). Embora a demanda de macacões, jaquetas e calças cargo tenha sido alta, as peças utilitárias estiveram vulneráveis a grandes quantidade de descontos (comuns neste segmento), principalmente entre os vestidos e as camisas, o que indica que as lojas exageraram no planejamento. Embora as novas peças de estilo utilitário tenham disparado em relação ao ano anterior, o percentual de estoques esgotados se manteve sólido e estável, mostrando que houve uma forte demanda pela tendência.Para ter tido mais vendas a preço cheio, as lojas deveriam ter sido mais cautelosas quanto a grande aplicação descontos.

As jaquetas utilitárias (+67% de novas peças esgotadas no Reino Unido) e os macacões (o maior percentual de unidades esgotadas a preço cheio)foram os grandes itens favoritos, aparecendo entre as peças de melhor desempenho da P/V 19. As calças cargo estiveram em alta nas lojas do segmento comercial.

https://www.wgsn.com/