J. QUEST E OS CONVIDADOS DA FIEMG

Os maiores sucessos da banda mineira Jota Quest com a participação da Orquestra de Câmara Sesi Minas foram apresentados na Usipa, em Ipatinga,  na última sexta-feira, 28, na turnê a “Força da indústria. A força de quem Faz” promovido pelo Sistema FIEMG.

Ipatinga foi a segunda das 11 Regionais da FIEMG a receber a turnê que une o clássico ao pop rock.

De acordo com o gerente de Cultura do SESI, Thiago Maia, a turnê leva o mesmo nome da campanha institucional do Sistema FIEMG em 2015: “A força da Indústria. A Força de quem faz”. “O acesso à cultura é um meio facilitador para potencializar os resultados da indústria, contribuindo para o aumento da produtividade dos industriários”, disse.

Para Luciano Araújo, presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, o evento visa propiciar um momento de lazer e valorização dos empresários, industriários e demais convidados. “Esse é o momento de confraternizar e agradecer as pessoas que ajudam a construir a indústria mineira. Estamos vivendo um momento de crise, mas juntos podemos transformar esse país, e esse é o lema da FIEMG”, reforçou.

Quem compartilha da mesma opinião é o diretor técnico e de RH da Aperam South America Hilder Camargo. “Este tipo de evento é extremamente importante quando a gente fala que trabalhar é uma forma de deixar um legado, então é importante também celebrarmos junto aos responsáveis por essa construção, que representam a força que constrói esse país”, destacou.

No repertório orquestra e banda tocaram 70% das 13 músicas selecionadas entre elas, “Dias Melhores”, “Fácil”, “Amor Maior”, entre outros sucessos do Jota Quest, além de músicas inéditas do novo CD, que será lançado em setembro. “O maestro é o regente da orquestra e o Paulinho (Fonseca – bateria) o maestro da banda”, brincou Rogério Flausino, destacando que “o clássico é à base da música”.

De acordo com Flausino essa é a segunda vez que o Jota Quest se une à Orquestra de Câmara Sesi Minas e a primeira vez que tocam juntos ao ar livre. Em 2013, em comemoração aos 80 anos da Federação, foi realizado um espetáculo para convidados do Sistema FIEMG, no Teatro Sesi Minas, em Belo Horizonte. “A expectativa é que possamos chegar ao final dessa temporada com uma grande experiência na arte de juntar a música pop com a música erudita.”

Para o maestro Marco Antônio Drumond a maior dificuldade de unir o erudito ao pop está na parte técnica, da equalização. “Nossos instrumentos são todos acústicos, não fazemos uso de eletricidade para nada, dessa forma para equilibrar com a guitarra elétrica e uma voz que está amplificada, é preciso amplificar com qualidade a orquestra para que não soe mal, e isso está sendo feito com muita competência por quem conhece do assunto. Temos um respaldo técnico de muita qualidade. O público vai conferir que o resultado ficou bem interessante”, garantiu.

Agenda

O concerto percorrerá o interior do Estado nos próximos meses.  Patos de Minas será a próxima cidade a receber a turnê no dia (26/09), em seguida Poços de Caldas (02/10), Montes Claros (04/10), Juiz de Fora (24/10), Uberlândia (13/11), Uberaba (14/11) e Ituiutaba (15/11). O encerramento será no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, no dia 25 de novembro.