GENTE E BICHOS

Hoje, nas redes sociais, uma querida expressava sua dor pela perda de seu cãozinho, nove anos companheiro. E fiquei pensando em quão maior pode ser nossa vida quando nos emocionamos, nos mobilizamos na dor até a alma pelo comprometimento de seres tão (!) inferiores em conhecimentos, tão melhores que muitos, em saberes. Cães e gatos, passarinhos, macacos, sejam eles o que forem, têm uma tal empatia que muitos chamam de amor. Eu chamo.