FILANTROPIA: GARAJÃO PROMOVE INDEPENDENTE DAY

Filantropia e muito rock n’ rol nesta sexta-feira (07), no espaço cultural Garajão. A casa vai promover, a partir das 17h, a 2ª edição do Festival Independente Day, que reunirá sete bandas autorais do Vale do Aço e de Belo Horizonte. “Do heavy metal à mais genuína música brasileira, passando por outros estilos como punk e rock progressivo. Um festival também da diversidade. Cada banda foi escolhida com muito carinho!”, diz um dos idealizadores da iniciativa, o jornalista Emmanuel Franco. Também conforme ele, um agasalho ou 1 kg de alimento não perecível garante a entrada para os shows. “Tudo o que for arrecadado ficará para entidades da nossa região”, acrescenta.  

As sete classificadas para o festival concorreram com outras bandas de todo o estado. Um dos requisitos necessários era já ter uma música autoral gravada. “Sabemos o quão difícil é – pra todos os envolvidos – trabalhar com música autoral. Ficamos surpresos com tanta música boa sendo criada. Definitivamente, Minas Gerais continua sendo um dos maiores berços do rock no Brasil”, analisa Emmanuel Franco.

A banda que mais agradar o público será eleita, por voto direto, a campeã do festival, garantindo três outros shows até junho de 2019 no Garajão – com o cachê de mercado –, mais a gravação de um videoclipe nas dependências do espaço cultural, com o devido suporte audiovisual.

Bandas

A primeira banda a subir ao palco da casa será a Sagrra, que traz em seu currículo apresentações em importantes eventos nacionais, com destaque para shows em grandes festivais nos estados de São Paulo e Paraná. Católico, a idéia principal do grupo é difundir, por meio da arte e da cultura, não apenas princípios de fé e compreensão, mas também “de comportamento perante a sociedade da qual fazemos parte e tanto dependemos”, diz o vocalista Lyzandro Cardoso.

A 2ª a se apresentar será a Laranja Serra D’água (LSD), uma das mais tradicionais bandas de rock do Vale do Aço, formada há mais de 15 anos. Com um estilo irreverente e canções próprias que já caíram no gosto do público, como o hit “Bafo bafo”, a LSD ainda fará covers de artistas como Charlie Brown Jr. e Planet Hemp. O baterista Lucas e o vocalista Serjão, que fazem parte de várias outras bandas regionais, são dois dos quatro integrantes da Laranja Serra D’água.

Na sequência tem o duo Erwins, formada pelos músicos Bruno Pylro e Rezende. A proposta são letras trabalhadas em “ritmos por vezes tensos”, desenvolvendo a temática da vida em grandes cidades. O 4º show do festival fica por conta da Devildust, que tem quase 10 anos de estrada com uma “pegada” metal/stoner.

Sacrificed

Heavy metal moderno com influência de bandas como In Flames e Trivium. Vencedora do festival “Fundição Sônica 2009”, em Cataguases, a Sacrificed é a quinta banda a se apresentar no Independente Day. Destaque para as músicas do recém lançado álbum “The Path of Reflections”, lançado no Brasil e também na Europa.

O penúltimo show da noite será o da Raskás, formada em 2017 por Cícero Figueiredo, Rafael Duarte e Gabriel Barros. Misturando rock progressivo anos 70 com jazz e até música erudita russa, a banda tem uma sonoridade agradável e limpa. Fechando o festival, os caras da Elephant Casino, de Belo Horizonte, prometem muito hard rock em um show que também terá boas pitadas de rock progressivo. “Não estamos tentando reinventar a roda, mas colocá-la para rodar de novo”, diz o vocalista Leo Rastoldo. Criada em 2015, a banda acabou de lançar seu primeiro clipe e EP, intitulados “Believe”.