FIEMG aproxima fornecedores do Vale do Aço da Ternium Brasil

Planta industrial da Siderúrgica, no Rio de Janeiro, possui capacidade para produzir até 5 milhões de toneladas de placas de aço por ano

A FIEMG Regional Vale do Aço promoveu na última sexta-feira, 30/11, em Ipatinga, o encontro entre o grupo Techint e empresários do Vale do Aço. Na ocasião foi apresentado pelo vice-presidente jurídico e de relações institucionais da Ternium Brasil, Pedro Teixeira e pelo gerente da Exiros, Wilson Munera, o centro industrial da Ternium no Rio de Janeiro e as oportunidades de negócios para os empresários, bem como os processos de contratação de fornecedores.

Com forte presença nas Américas e compromisso de longo prazo com o Brasil, a Ternium possui 17 plantas produtivas, 39 centros de serviços e ou distribuição e duas minas em operação no Brasil.

“Buscamos no Brasil as melhores opções de fornecedores e parceiros pra continuarmos competitivos produzindo placas de alta qualidade que são exportadas para o mundo inteiro. A Ternium acredita na indústria como fator de geração de emprego e desenvolvimento do país, estaremos sempre atentos a oportunidades como essa, principalmente em um região com tradição de produção siderúrgica como o Vale do Aço”, disse.

Wilson Munera explicou que a Exiros é responsável mundialmente pelas compras da Ternium e da Tenaris e que ambos prezam a excelência em custo e qualidade, melhoria contínua e transparência. Dentre as principais categorias de compras da siderúrgica destacam-se matérias primas, serviços, materiais de produção e semiacabados, MRO, capex e transporte.

“Os processos de contratação da Ternium Brasil são competitivos e levam em consideração a qualidade da empresa e o custo. Sabemos que o Vale do Aço e Minas Gerais tem diversos fornecedores de padrão mundial. Queremos fortalecer essa parceria”, assegurou o gerente da Exiros Brasil.

Oportunidades de negócios

Flaviano Gaggiato, presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, avaliou a aproximação positivamente. “Temos o exemplo da Arcon Engenharia de Climatização que se tornou fornecedora da Ternium, assim como ela, outras empresas estão fidelizando seus cadastros. Acredito que várias empresas da região têm potencial para atender aos requisitos exigidos pela siderúrgica e fazer parte do quadro de fornecedores”, pontuou.

Para o presidente da Arcon, Jorge Vello, o acordo com o centro industrial no Rio de Janeiro fortalece a posição da empresa no mercado. A Arcon já conta com um efetivo da ordem de 50 funcionários atendendo a Ternium no Rio de Janeiro, desde agosto deste ano. Com duração de três anos, o contrato se deu por meio de concorrência e contou com a participação de empresas de todo o Brasil.

“Fomos a primeira empresa do Vale do Aço a fornecer serviços de manutenção para a Ternium. Atender a uma multinacional, além de agregar valor aos nossos serviços, reafirma nosso compromisso com os nossos clientes”.

Para Marlon Almeida Silva, sócio-diretor da Metalúrgica Solução, de João Monlevade, a iniciativa da FIEMG proporciona sinergia e geração de oportunidades de negócios e desenvolvimento para ambos.

“Importante destacar a participação efetiva e integrada dos sindicatos patronais regionais em fomentar a participação das empresas associadas e estar presente ativamente em ações com objetivos estratégicos em comum”, destacou.