FESTIVAL DO QUEIJO MINAS TERÁ OFICINAS DE HARMONIZAÇÃO E MATURAÇÃO

A terceira edição do Festival do Queijo Minas Artesanal, nos dias 27 e 28 de julho, na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte, terá oficinas de harmonização, maturação e conservação do produto. Os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos por meio da plataforma Sympla. As vagas são limitadas. O festival é uma realização do Sistema FAEMG e do Sebrae Minas e vai reunir produtores das sete regiões reconhecidas pelo Estado de Minas Gerais: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro e Triângulo.

 Harmonização

Nos dois dias do evento, haverá oficina de harmonização do Queijo Minas Artesanal de leite cru com outra paixão gastronômica do brasileiro: as cervejas artesanais mineiras. A aula terá duração de uma hora e meia.

No sábado, o curso será ministrado pelo jornalista gastronômico especializado em queijos, Eduardo Tristão Girão, e pela jornalista e sommelier de cervejas, Fabiana Arreguy. No domingo, no mesmo horário, a aula será conduzida pelo chef e sommelier de cervejas, Daniel Martins.

Os apreciadores do queijo também terão a oportunidade de aprender a harmonizar a iguaria com outra riqueza do agronegócio mineiro: os cafés artesanais. A oficina será no domingo e os professores serão Eduardo Girão e um barista convidado.

Os participantes das oficinas de harmonização terão acesso livre aos dois dias do festival, mediante apresentação do ingresso no setor de credenciamento.

 Conservação e maturação

O evento também terá uma oficina especialmente voltada a lojistas e seus colaboradores que desejam conhecer mais sobre os processos de maturação e conservação dos queijos artesanais. O curso, que acontecerá no domingo, às 16h30, será ministrado pelo especialista em queijo e consultor da FAEMG, Elmer Almeida, e pelo empresário Cássio Avelino.