EXPOSIÇÃO RETRATA PANORAMA CULTURAL DE IPATINGA

Reviver as memórias que formam a cena cultural de Ipatinga e ampliar o olhar para a paisagem urbana da cidade. Esse é o convite da exposição “Olhares Culturais – os múltiplos cenários de Ipatinga”, inaugurada no Teatro Zélia Olguin, nesta segunda-feira (4/11).  Com o patrocínio da Usiminas e realização do Instituto Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a exposição é parte das comemorações dos 57 anos da Usiminas e celebra os 25 anos de fundação do Teatro Zélia Olguin, tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Municipal.

Por meio de fragmentos e recortes, além de recursos interativos e visuais o público é convidado a reconhecer diferentes cenários compostos por manifestações regionais, expressões artísticas, bens patrimoniais, artistas, produtores, público e espaços dedicados à difusão de iniciativas culturais.

Para o diretor-executivo da Usina de Ipatinga, Américo Ferreira Neto, o Teatro Zélia Olguin, é um importante marco na vida cultural da cidade e evidencia a estreita relação da Usiminas com a comunidade da região. “Poder relembrar a história em um espaço tão simbólico é motivo de muita alegria. Comemoramos os 57 anos de empresa oferecendo uma exposição com informações ricas, como forma de promover conhecimento e valorizar a produção cultural local, que se desenvolveu em grande parte, com o apoio da Usiminas desde sua fundação”, salienta Américo Neto.

Patrimônio histórico

A escolha do Teatro Zélia Olguin para abrigar a exposição reforça a sua proposta de valorizar e resgatar os momentos que constituem a memória da cultura de Ipatinga. Neste ano, o equipamento cultural completa 25 anos de atividades como palco de manifestações culturais e artísticas. Inaugurado em outubro de 1994, o Teatro Zélia Olguin foi construído pela Usiminas em um local onde antigamente estava instalada a igreja de São Francisco. O nome do Teatro homenageia a bailarina pioneira na promoção de cultura da cidade, Zélia Olguin. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Municipal em 2003, o Teatro já recebeu nomes consagrados como Arthur Moreira Lima, Fernanda Montenegro e Ana Botafogo.

Como bem tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Municipal, o Teatro direciona uma importante temática da mostra: incentivar o público a descobrir quais são os bens materiais tombados no município. Na avaliação do coordenador de projetos do Instituto Usiminas, Pedro Melo, a exposição “Olhares Culturais” traduz o momento de celebração. “O Teatro Zélia Olguin é um dos equipamentos mais antigos e de grande representatividade na história da Usiminas e do Instituto Usiminas. Comemorar sua criação com uma exposição que resgata a cena cultural de Ipatinga é um privilégio”, enfatizou.

Visitação

Em exibição até o dia 21 de dezembro e entrada gratuita, a exposição “Olhares Culturais – os múltiplos cenários de Ipatinga” conta com uma visita aos bastidores do Teatro Zélia Olguin, quando será apresentada a estrutura necessária para produzir um espetáculo no palco de um teatro, entre outras formas de expressão artística. Interessados em visitar a exposição devem fazer agendamento pelo telefone 31.3822.2215.

Durante as visitas agendadas o público receberá um material, com uma série de atividades que levam a reflexão sobre as manifestações e bens culturais mostrados na exposição, com mais informações e curiosidades.

O Instituto Usiminas

Criado em 1993, o Instituto Usiminas investe em desenvolvimento e inclusão social, em uma política implantada desde o início das operações da Usiminas, em 1962. O Instituto desenvolve e estimula iniciativas culturais e esportivas nas regiões onde a Usiminas está presente e, ao longo dos anos, se consolidou como uma ferramenta efetiva de transformação social, promovendo ações de impactos positivos para comunidades e colaboradores da empresa. A instituição conduz a gestão dos investimentos sociais privados da Usiminas, por meio de mecanismos de benefício fiscal e é responsável pela gestão de dois importantes espaços culturais do Vale do Aço: o Centro Cultural Usiminas e o Teatro Zélia Olguin. Mantém ainda uma área de Ação Educativa, que promove a aproximação de famílias, estudantes e professores de todo o Leste Mineiro a diversas linguagens artísticas e educativas que fazem a diferença na vida das comunidades.

 

SERVIÇO

4/11 a 21/12

Exposição Olhares Culturais: os múltiplos cenários de Ipatinga

Local: Teatro Zélia Olguin

Visitação gratuita por meio de agendamento pelo telefone 31.3822.2215.