E VOLUNTÁRIOS DA USIMINAS SE MOBILIZARAM TAMBÉM

Centenas de moradores de Ipatinga mudaram a rotina no último domingo (28) e, em vez do passeio em família, tiraram o dia para ajudar o próximo. Entre eles, cerca de 80 empregados da Usiminas e Usiminas Mecânica se uniram à FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) na comemoração do Dia V, como é conhecido o Dia do Voluntário. Promovido pela entidade há 15 anos e com a participação da siderúrgica desde a primeira edição, o evento teve como slogan “A transformação começa por você” e reuniu cidadãos e empresas no Parque Ipanema durante toda a manhã.

No espaço destinado à Usiminas, os voluntários, apoiados pela Gerência de Saúde Ocupacional da companhia, realizaram a troca de 768 litros de leite por mudas de árvores frutíferas e arbóreas, cultivadas no viveiro mantido pela siderúrgica. As doações foram entregues à Casa da Esperança, instituição que acolhe 147 pessoas em situação de vulnerabilidade social em Ipatinga. Além das caixas de leite, também foram doadas à instituição 232 mudas, que serão utilizadas na arborização de um sítio adquirido para extensão do atendimento.

A atitude dos voluntários é fundamental para a instituição, que tem um gasto diário aproximado de 50 litros de leite e não recebe o alimento por meio de convênios, dependendo totalmente de doações. “Temos que manter acesa a chama do voluntariado e vejo que muitas pessoas pensam o mesmo. É gratificante poder participar, mais uma vez, desta iniciativa”, conta o voluntário Josias Alves dos Reis, líder de produção da gerência-geral de Laminação a Quente da Usiminas.

Outra ação importante foi a distribuição do tradicional “sopão” para os assistidos pelo Grupo Espírita Fraternidade, também de Ipatinga. Os voluntários da Usiminas arrecadaram dinheiro para a compra dos ingredientes e doaram seu tempo para preparar e distribuir a refeição. “O que a gente faz, como empresa, é dar o impulso e o apoio necessários para que o Dia V aconteça todos os anos. Mas a responsabilidade pelo sucesso deste projeto é de cada voluntário”, afirma Roberto Maia, diretor da Usina de Ipatinga.