E ESSE TAL MOVIMENTO DO BEM?

A apresentação abaixo é cópia do texto que está exposto na página de abertura do site http://movimentodobem.org , (VISITEM TAMBÉM A PÁGINA NO FACEBOOK) que eu trouxe pra vocês que quiserem participar do projeto. Acho, inclusive, que ele tem uma proposta mais sólida e atuante que outros grupos, e é em uma condição pacífica e natural que, como tudo na vida, tem princípio, meio e fim.

O SEPH, por exemplo, está de pé graças à abnegação de poucas e atuantes mulheres de fibra. As demais voluntárias nem mesmo vendem ingressos dos dois eventos anuais, a Feijoada (que este ano não aconteceu) e o Coquetel, que será nesta quarta-feira, no Clube Morro do Pilar, em novo formato, sem desfiles, apenas um encontro de queridas em noite de exposição de decoração e drinques.

Pois vejam como Danielle Rezende, esta mulher de coração maior que o mundo, plantou a semente do MOVIMENTO DO BEM:

A inspiração do projeto, veio de um trabalho que a Arquiteta Dani Rezende desenvolve com os alunos no curso da Arquitetura. Ela tinha o sonho do projeto “externar” para ter a oportunidade de envolver toda a região, onde mais pessoas pudessem participar e mais instituições fossem envolvidas. Assim, um grupo de amigos do BEM, residentes na região, Flavinho, Má, Fê, Euciele, Poly, Paty e Jaque, acreditaram no projeto e tomaram frente para começar a MOVIMENTAÇÃO.

O projeto é de TODOS que MOVIMENTAM O MEIO com uma única finalidade, A DOAÇÃO. Acreditamos que TODOS JUNTOS podemos MUITO MAIS!!!
Dani.

O que queremos?

…apenas sorrisos :-)

Através de ações e campanhas para o benefício de diferentes segmentos sociais, queremos MOVIMENTAR a caridade e a solidariedade. Assim, temos o objetivo, de uma vez por mês, na região do Vale do Aço, elaborarmos encontros com muito amor, em lugares especiais, tornando esse dia único e repleto de sorrisos na entrega de todas as doações recolhidas pelos MOVIMENTOS VOLUNTÁRIOS!!

Por meio da votação pelo Facebook, definimos  a  instituição do mês para iniciarmos a movimentação. Primeiro entendemos quais serão  as necessidades do destino, para  depois convocarmos as movimentações para as  doações específicas. Durante um mês, o movimento se manifesta de diversas formas, tanto por meios das redes sociais como por atividades reais integradoras, com a única finalidade de arrecadar doações.

No dia definido para entregar as doações,  queremos  humanizar o despercebido. Será o momento de aproximação com as pessoas nas instituições, onde modificaremos o espaço comum, rotineiro  e proporcionaremos atividades, oficinas com muito amor e carinho…  buscando sorrisos. 

Assim, abraçando todos os lados, temos um carinho enorme na produção dos produtos do Bem. Toda a  renda é destinada para as instituições.

Desenvolvemos estampas personalizadas para cada oficina proposta, para que os produtos, além de cumprir com a função destinada, carregue consigo um pouco da história de cada Movimento relatadas nas estampas, obtendo um valor afetivo.

Nossa primeira oficina foi  a “Sonho Doce”.