DOAR É UM BOM NEGÓCIO

Ciranda de Soli realiza segunda doação de brinquedos em Governador Valadares

Um mundo mais solidário, colorido e divertido. Partindo dessa premissa, a Ciranda de Soli realiza sua segunda doação de brinquedos. Desta vez, a entidade contemplada é a Fundação Casa das Meninas, que fica no bairro São Raimundo, em Governador Valadares. A entrega dos brinquedos está confirmada para este sábado, 16/02, às 16h.

Diferente das empresas convencionais, a Ciranda de Soli é a primeira fábrica de brinquedos do Brasil a adotar o modelo de negócios “one for one”, criado pelo norte-americano Blake Mycoskie. “Isso significa que, toda vez que um produto é vendido, outro é doado a uma criança que não pode comprar”, explicam as sócias fundadoras da startup, Fabiana Schimitz e Edlayne de Paula.

A Ciranda de Soli é um empreendimento social por se tratar de um negócio que tem fins de lucro e, ao mesmo tempo, busca contribuir para o desenvolvimento da sociedade. Além do aspecto social, a empresa também contempla os aspectos ambiental e econômico, uma vez que utiliza refugo de confecção na produção e envolve pessoas em situação de vulnerabilidade social na fabricação dos brinquedos. “Dessa maneira, nosso modelo de negócios abrange o tripé da sustentabilidade”, explica Edlayne.

A primeira entrega aconteceu na cidade de Ipatinga, no início do mês de fevereiro, quando foram entregues 30 bonecas SOLI ao Educandário Família de Nazaré (EFAN). Na ocasião, as crianças assistidas pela entidade participaram de uma oficina de desenho, ministrada pelo professor Rodrigo Cristiano, e ainda receberam carinho dos visitantes que participaram da entrega.

“Escolhemos realizar a segunda doação em Governador Valadares por ser a cidade sede da Chuá Moda Infantil, fábrica de roupas que tem doado seus retalhos desde o início do projeto”, esclarece Fabiana Schimitz. Além da entrega das 30 bonecas SOLI, as crianças e adolescentes assistidos pela entidade vão participar de uma oficina de produção de pulseirinhas de miçangas. “Queremos levar mais que brinquedos. Nosso tempo, atenção e carinho fazem parte da entrega”, acrescenta Fabiana.

A boneca Soli é o primeiro de muitos brinquedos que serão confeccionados pela Ciranda de Soli. O produto foi criado pela artista plástica de Ipatinga, Adriane Lima, também parceira do projeto. “Como são feitas com utilização de retalhos, são quase exclusivas e carregam consigo todas as boas energias e amor que temos pela Ciranda”, revela Edlayne de Paula.

A Fundação Casa das Meninas hoje acolhe 17 crianças e adolescentes, com idades entre 0 a 17 anos, em situação de risco e vulnerabilidade social.

Resultados positivos

De acordo com as fundadoras da Ciranda de Soli, ao contrário do que muitos acreditam, as doações têm impacto positivo para o negócio. “Além do aumento do faturamento com as vendas, temos notado que nossos clientes também são os maiores difusores do nosso propósito, fazendo a Ciranda crescer e ganhar novos adeptos a cada dia, comemora Fabiana Schimitz.

As bonecas SOLI já estão fazendo sucesso, tanto na região, quanto em outros estados, como Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo. “Queremos ver o mundo todo entrar nessa Ciranda”, revela.

Como participar da Ciranda?

Há várias formas de participar da Ciranda, seja adquirindo um produto, doando retalhos, serviços, equipamentos ou insumos.

Os produtos da Ciranda de Soli podem ser adquiridos pelas redes sociais. Em breve, também estarão disponíveis em lojas físicas de artigos infantis. Para mais informações, basta entrar em contato pelo (31) 98875-5041.

Contato:

Edlayne de Paula / Diretora de Operações

(31) 98875-5041

Fabiana Schimitz / Diretora Executiva

(31) 98771-7265

E-mail: cirandadesoli@gmail.com

Instagram: @cirandadesoli

Facebook: @cirandadesolioficial