DECOR DO NOSSO JEITO: VAMOS PERSONALIZAR?

Você sabe o que é Kitsch? Pra nós, é o que tem gosto duvidoso, é exagerado e muito, muito colorido. a palavra vem do alemão “verkitschen”, ou sentimentalizar, mas de uma forma bem pejorativa, e costuma ser usado “para classificar objetos baratos, de mau gosto ou exagerados, que copiam referências da alta cultura, mas são considerados inferiores e se destinam ao consumo de massa. Em muitos casos, objetos considerados Kitsch são também apelidados de brega e cafona no Brasil”, segundo o site https://www.tuacasa.com.br. Ainda segundo matéria no site tuacasa, e segundo a arquiteta Claudia Marandino , essa explicação soa bastante pretensiosa, mesmo que de fato exista um julgamento sobre o bom e o mau gosto. “Passei a considerar essa expressão na arquitetura mais no seu sentido simbólico do que no estético. É a personalidade individual exposta na arquitetura, caquinho por caquinho de cerâmica”.

“E esse estilo tem mesmo conquistado muitas pessoas, pois permite unir na decoração tudo o que gostamos em termos de cores, objetos e estampas, sem a preocupação com a dose certa ou com as regras de harmonização existentes. É onde aquelas peças de valor sentimental, que ajudam a contar nossas histórias, podem ser usadas livremente, mesmo que sejam consideradas extravagantes ou fora de contexto.” (https://www.tuacasa.com.br)

Vejam alguns exemplos que servem de inspiração para quem gosta da ideia de ser único (a) e com doses extras de personalidade: