CRIATIVIDADE PARA FAZER A FESTA

Embora em cenário de crise econômica, o mercado de festas infantis se mantém aquecido. O setor, que movimenta milhões de reais por ano, não para de crescer e é procurado por muita gente que quer começar um empreendimento. O Vale do Aço teve nesse ano o primeiro evento dedicado a profissionais do tema, uma grande feira de exposição que colocou clientes e fornecedores para se conhecerem e sonhar com novidades e tendências.

Neste mesmo sentido, na última semana, em uma parceria para mostrar para pais e mães as novidades do setor, a WP Fest Buffet, da querida Paola Vieira(para contato, ligue 9 8818 8900 ou 3842-5839), mais as equipes da La na cabana, Lis Cabral Fotografia e Oficina e Magia se uniram para fazer uma divertida Festa do Pijama na Cabana. A pequena Rafaela de Abreu, juntamente com suas amiga,s foram agraciadas com momentos de diversão em um salão amplo, onde foram colocadas as barracas, projetor multimídia, iluminação especial, espaço para as dinâmicas e, claro, momento para as comidinhas. A festa consiste em barracas instaladas em casa ou no salão de festa, com a disponibilização de pijamas, travesseiro, edredom, máscara para dormir, tudo personalizado. Monitoras acompanham as atividades e conduzem as dinâmicas durante toda a festa, sendo que nos intervalos as crianças têm os momentos para degustar dos lanches saudáveis servidos de forma personalizada.

A criatividade e parcerias entre fornecedores tem sido instrumento essencial para driblar a instabilidade econômica e ainda assim fomentar e atender o sonho de se comemorar os aniversários das crianças e adolescentes.

Segundo informações fornecidas pelo SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, mesmo no difícil 2015/2016, os espaços de buffet, decoração, doces e fotografia para festas de aniversário de crianças tem previsão de crescimento de 30%. Dados que reforçam que há espaço para todos. O setor movimentou R$16,8 bilhões no último ano, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Eventos Sociais (ABRAFESTA). A dica de especialistas no ramo, entretanto, é pesquisar bem o público e o próprio mercado antes de se aventurar no universo infantil.