COMÉRCIO DISCUTE USO DE MÃO DE OBRA NAS LOJAS

O Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) do Vale do Aço se reuniu, na tarde desta terça-feira (17), com os sindicatos (Seci e Secteo-CF) que representam os comerciários em Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo. No encontro, foram discutidos alguns objetivos em comum entre as três entidades: garantir a continuidade dos empregos e a sobrevivência das empresas diante dos reflexos negativos da pandemia Coronavírus (Covid-19), bem como debater ações que garantam a saúde de todos neste momento de muitas incertezas.

José Maria Facundes, presidente do Sindcomércio Vale do Aço, revela que está sendo estudada a possibilidade de um adendo às Convenções Coletivas de Trabalho (CCTs) vigentes nas três cidades, que deliberaria sobre possíveis medidas a serem tomadas com relação ao uso da mão de obra dos funcionários nas próximas semanas. “Existem as hipóteses, por exemplo, de se conceder férias coletivas ou mesmo licença remunerada. Ambas ainda estão em discussão pelos três sindicatos”, comenta.

Também de acordo com o dirigente patronal, até esta quarta-feira (18), o Sindcomércio Vale do Aço não havia recebido nenhuma determinação do poder público limitando o funcionamento das empresas que representa, com exceção de escolas de idiomas, academias, estúdios e ambientes que promovem ações esportivas e atléticas, que já anunciariam sua paralisação, em Ipatinga, até próximo dia 02 de abril. Outras empresas do mesmo segmento, em Coronel Fabriciano e Timóteo, também estão suspendendo suas atividades.

Atendimento não presencial

O Sindcomércio Vale do Aço recomenda que, por enquanto, seja incentivado o atendimento não presencial. “Muitas lojas têm realizado vendas via Internet, seja por aplicativo próprio, aplicativos de conversa instantânea ou por meio de redes sociais como Instagram e Facebook”, lembra Facundes.

No ambiente físico das lojas, o presidente do Sindcomércio reitera alguns cuidados indispensáveis neste momento, como lavar as mãos frequentemente, usar álcool gel e máscaras de proteção sempre que necessário, verificar a temperatura corporal regularmente, evitar grandes multidões e nunca tocar seu rosto com as mãos sujas, entre outras ações já amplamente divulgadas.

Outras reuniões

Já nesta quarta, o Sindcomércio Vale do Aço também se reuniu com o Sindicato dos Empregados nas Empresas de Turismo do Vale do Aço (Seethur), com o mesmo objetivo. Sindcomércio, Seci e Secteo-CF voltam a se encontrar nesta quinta-feira (19), para tentar tomar possíveis deliberações finais.