COM A BOCA NO TROMBONE

Ela é uma das mais respeitadas jornalistas de moda do país. Irreverente como poucos, Regina Guerreiro já assinou coluna na Caras, fez editoriais memoráveis na Manequim e viveu em Paris até retornar ao Brasil, ser roubada, ficar sem tostão, e começar tudo de novo, agora através da internet, onde inaugurou uma websérie no YouTube (www.youtube.com/user/canalcavalerabrasil). Em recente entrevista, Regina deitou falação sobre as blogueiras: “Acho um absurdo algumas blogueiras nada originais estarem no topo da mídia como referência de moda. Elas são o retrato da não-moda, assim como o look do dia é uma antilição de bom gosto. Não basta ter dinheiro, usar as tendências da cabeça aos pés e sair por aí influenciando todo mundo a se vestir igual. Moda não é isso. É preciso ler muito sobre artes plásticas, cinema, cultura geral e comportamento.”

Muito provavelmente ela se inspirou em Thassia Naves e companhia, que deixaram o lado descolado ser engolido pelas cifras e se transformarem em cabide de marcas em troca de pequenas fortunas.

Então, quem seriam as blogueiras de verdade? Eu arriscaria uma:

Betty Autier – Blog de Betty (França)

blog de Betty surgiu em 2007, quando ela ainda estudava artes cênicas e decidiu fazer seu diário virtual contando seu cotidiano como estudante. Hoje o blog tem tanta notoriedade que tem versões em vários idiomas, incluindo em português para os brasileiros. Os looks de Betty inspiram e retratam claramente o estilo das francesas, tão desejado por mulheres do mundo todo.