BRACHER: PERFORMANCE AO VIVO

Performance ao vivo

Na abertura do evento para convidados, 15 de outubro, haverá uma performance ao vivo do artista. Carlos Bracher fará um retrato do bispo-emérito da Diocese de Itabira e Coronel Fabriciano, Dom Lélis Lara, personalidade ilustre do Vale do Aço que ajudou a escrever a história da região. Nascido em Divinópolis, em 1925, desde muito cedo Dom Lélis decidiu seguir a vida religiosa. Aos 12 anos ingressou no seminário e ao término dos estudos foi ordenado Padre, em Juiz de Fora. Ainda jovem viveu em Roma onde se formou em Direito Canônico Espiritualidade e Música.

Sua presença na Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano está intimamente ligada à dos Missionários Redentoristas, que estão há mais de 50 anos na região. Entre suas ações está a criação de fundações voltadas para as necessidades comunitárias de evangelização e de educação. Uma de suas iniciativas mais marcantes foi ter retirado alguns menores da cadeia e ter iniciado com eles a Cidade do Menor. Outro ponto importante da biografia de Dom Lélis, é que na época do governo militar passou por grandes dificuldades, pois teve muitas pregações censuradas por seu posicionamento social baseado no Evangelho, principalmente nos anos de 1969 e 1971.  Apesar de aposentado da vida religiosa, ainda mantém-se ativo na comunidade e com forte atuação junto à Igreja Católica em todo o país.

Outros artistas e figuras importantes do cenário nacional também foram retratados pelo artista. Em Belo Horizonte, o músico Lô Borges; em São Paulo, o maestro Julio Medaglia; no Rio de Janeiro, João Cândido Portinari, filho de Cândido Portinari e, em Brasília, o cineasta Vladimir Carvalho. Estes dois últimos estarão expostos na montagem em Ipatinga.