BRACHER E O BISPO

Está aberta a partir desta sexta-feira a exposição “Bracher – pintura e permanência” de um dos mais importantes artistas plásticos do Brasil, o mineiro Carlos Bracher. Até o dia 12 de dezembro ele expõe sua premiada mostra na Galeria do Centro Cultural Usiminas, uma retrospectiva de seus 58 anos carreira e dentro das comemorações dos 53 anos da Usiminas.  

Na abertura da exposição, o pintor Bracher fez uma apresentação de seu talento ao vivo e à cores – muitas cores. Sobre tela branca, ele foi desenhando os contornos do ilustre modelo, o Bispo Emérito Dom Lélis Lara. Um espetáculo de talento. 

Bracher é considerado um dos grandes mestres brasileiros com o domínio da pintura a óleo sobre tela. Ipatinga é a última parada da mostra que já passou por Belo Horizonte, São Paulo, Rio de janeiro e Brasília, com cerca de 500 mil vistantes. Uma realização do Ministério da Cultura e conta com o patrocínio da Usiminas, co-patrocínio da CBMM, BDMG, e BRASILCAP, via Lei Federal de Incentivo à Cultura; apoio Centro Cultural Banco do Brasil.

Vejam as fotos que fiz de ontem (só a foto da capa é de Willian de Paula, da comunicação Usiminas):