BANHEIRO LINDO E LIVRE DE BACTÉRIAS

Adorei a forma objetiva e ilustrativa como a revista Casa & Jardim de novembro abordou os maus hábitos que proliferam bactérias no banheiro e, de lá, para o mundo!

Então, pesquei as ideias mais simples. Pra ver tudo, é só adquirir a revista, que ainda pode ter nas bancas:

Tudo o que você leva para o banheiro pode ser contaminado com germes e bactérias. Por mais que suas mãos sejam bem lavadas depois, o seu telefone provavelmente não será higienizado e aí, meus queridos, é doença que você não sabe de onde veio.

Para evitar o acúmulo de umidade no banheiro, permita que circule o ar. Se houver janelas, deixe-as abertas. Se não, a porta  deve ficar sempre aberta por 15 a 20 minutos após o banho.

Bactérias adoram se reproduzir dentro do boxe do chuveiro e, principalmente, nas esponjas usadas, que acumulam água e sabão. Troque-a a cada três ou quatro semanas, no máximo.

A umidade do banheiro pode tornar a sua maquiagem extremamente suscetível ao crescimento de bactérias. Mantenha esses itens longe de qualquer contaminação dentro de gavetas ou caixas.

A Associação Americana de Dentistas recomenda que não deixemos as escovas de dente dentro de armários e também o armazenamento delas na posição vertical, sem entrar o contato com outras escovas, para evitar o risco de contaminação cruzada.

Pra tornar este post mais bonito, eis alguns flashes da matéria: