BAILE DE MÁSCARAS BENEFICENTE, DE HELENIR SOUZA

O ano era 2009 e urgências filantrópicas pediam recursos financeiros direcionados a uma família cujos três filhos sofriam de uma doença progressiva e incurável, que lhes tolhiam os movimentos. A ideia foi fazer uma festa que arrecadasse fundos para a compra de um mini guindaste para transporte e higiene dos rapazes, um já em fase de acamado.

Assim, Helenir Souza juntou-se à família Torquetti, que já havia auxiliado a família em outra situação, para um Baile de Máscaras. E foi uma festa linda, decorada com luzes indiretas, plumas e velas acesas. Quem foi usou de criatividade para traduzir em luxo a exigência do dress code. Vejam alguns cliques que fiz: