ARRETADA!

Amooooo pimenta! Não vivo sem, desde sempre, e adorei saber que esta piquena ardida faz bem pra mim. Pra mim e pra vocês, Raquelitas e Raquelitos.

Quando o assunto é alimento saudável para aumentar a expectativa de vida, as pesquisas científicas já nos recomendaram azeite de oliva, peixe, frutas e verduras… Porém, um novo – e polêmico – ingrediente acaba de ser incorporado à lista. Uma pesquisa realizada na China, com mais de 500 mil pessoas, chegou à conclusão de que o consumo regular de pimenta pode estar ligado a chances mais reduzidas de uma morte precoce.

O estudo foi realizado com pessoas entre 30 e 79 anos durante sete anos – período em que aproximadamente 20 mil do meio milhão de pessoas morreram. Os entrevistados que consumiam comida apimentada uma ou duas vezes na semana tiveram 10% a menos de chances de falecer do que quem tinha o costume de comer menos de uma vez por semana. Já aqueles que ingeriam refeições apimentadas de três a quatro vezes semanais foram 14% menos propensos a morrer.