AGENDA DE CONVERGÊNCIA DO VALE DO AÇO COMEÇA O ANO

O assessor de relações institucionais da vice governadoria de Minas Gerais, Bernardo Silviano Brandão, representou o vice-governador, Paulo Brant, na primeira reunião da Agenda de Convergência do Vale do Aço – ACVA de 2019. Por motivo de agenda, Brant não pôde estar presente, mas se comprometeu a participar do próximo encontro agendado para o mês de abril.

“Achei muito interessante a iniciativa das lideranças do Vale do Aço e a organização dos grupos de trabalho, unindo sociedade civil, poder público e entidades em prol do melhor para a região. É um tipo de Agenda positiva, porque facilita o trabalho do governo na identificação de demandas e o interesse desse novo governo de agrupar as regiões para que as demandas sejam solucionadas da melhor forma possível”, pontuou Brandão.

Durante a reunião foram apresentados os principais projetos nos seis eixos estruturadores: Infraestrutura, Segurança, Saúde, Educação, Competitividade e Sustentabilidade. Luciano Araújo, coordenador do eixo de infraestrutura destacou que a continuidade da duplicação da BR 381, da pavimentação da MG760 e a ampliação do aeroporto e adequação de suas funções, incluindo um terminal de cargas são alguns dos projetos de maior evidência do eixo. “Nossa maior preocupação hoje é com a situação do aeroporto. A Azul já anunciou interesse em paralisar suas operações no Vale do Aço, contamos com o empenho dos nossos deputados no diálogo e proposição de melhorias das condições de operação”.

Araújo ressaltou ainda a importância do aeroporto para a competitividade do Vale do Aço. “O aeroporto é um importante elo de logística para nossos clientes e fornecedores. Apesar do alto valor das tarifas praticadas na região, que precisa ser revista, temos que lutar para a sua permanência e também para investimentos que podem gerar emprego e renda como a construção de hangares e estacionamento. Temos um modal que precisa ser melhor explorado”.

O novo membro da ACVA, o deputado federal Eneias Reis, se prontificou em lutar pela permanência do aeroporto e demais projetos que contribuem para o desenvolvimento da região.

“Estou à disposição e exercerei um mandato de compromisso e dedicação às causas da nossa região. Esse aeroporto é essencial e precisa de investimentos e adequações”, destacou.

O deputado reuniu recentemente com o presidente da FIEMG, Flaviano Gaggiato e o presidente do Sindimiva, Carlos Afonso Carvalho para tratar do Projeto Petrocity.

“Estamos articulando uma reunião com a diretoria do Petrocity para incluir o Vale do Aço na construção do megaporto que ligará o Espirito Santo a Minas Gerais, iniciativa que contribuirá para o eixo de competitividade”, disse.

#emfrenteminas

Flaviano Gaggiato, presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, colocou a entidade a disposição do governo e reforçou que os empresários estão apostando no governo de Romeu Zema.

Na ocasião, ele apresentou o manifesto lançado pela FIEMG #emfrenteminas, onde a entidade cobra a retomada do crescimento econômico de forma sustentada, com um melhor ambiente de negócios e estímulo para investimentos, além do equacionamento das questões relacionadas ao meio ambiente.

“Estamos otimistas com esse novo governo, buscaremos maior aproximação e soluções para melhorar os eixos que norteiam nossa Agenda de Convergência, fazendo do Vale do Aço o melhor lugar para se viver e produzir”, concluiu.

Informações sobre os projetos da ACVA no site www.agendadeconvergenciamg.org.br/valedoaco