A FSFX E A SUSTENTABILIDADE

 A Fundação São Francisco Xavier (FSFX), braço da Usiminas nas áreas de Saúde e Educação, publicou seu Relatório de Sustentabilidade (dados referentes ao ano de 2019) com informações sobre a atuação das sete unidades de negócios administradas pela instituição e registra, ainda, um capítulo especial dessa história: o cinquentenário da FSFX. Presente em seis estados brasileiros, a FSFX conta, atualmente, com 6.068 colaboradores, 672 médicos atuantes nas unidades hospitalares, mais de 166 mil vidas sob seu cuidado no plano de saúde e o Serviço de Segurança do Trabalho, Saúde Ocupacional e Meio Ambiente – Vita, soma mais de 159 mil vidas sob sua gestão.

Com foco na sustentabilidade, entre outros resultados reportados no Relatório, a FSFX obteve 47,66% de redução no custo de energia elétrica, entre 2018 e 2019, e 22% de redução do custo da água proveniente da Companhia de abastecimento, conquistas alcançadas devido ao investimento contínuo em práticas mais adequadas à sustentabilidade, revendo e substituindo metodologias além da busca por incorporação tecnológica.

“Reconhecida por uma atuação comprometida com o desenvolvimento humano e social e alicerçada em práticas de gestão arrojadas e sustentáveis, a Fundação São Francisco Xavier orgulha-se de ter, como resultado real do seu trabalho, a valorização da vida em seus diferentes âmbitos”, afirma o diretor-presidente da FSFX, Salvador Prado Junior.

 

EXCELÊNCIA NA GESTÃO HOSPITALAR

Merece destaque, também, entre os resultados obtidos em 2019, a manutenção das certificações que comprovam a qualidade da assistência prestada pelas unidades hospitalares.  Em Ipatinga, o Hospital Márcio Cunha (HMC), pioneiro do país na obtenção da acreditação hospitalar (ONA), em nível 3, conquistou novo marco histórico ao se tornar a primeira unidade hospitalar do Brasil a receber o prêmio HIMSS Elsevier Digital Healthcare Awards, que reconhece o HMC pela excelência no uso de informações e tecnologia para melhorar a qualidade da saúde, do cuidado e da segurança do paciente.

No Estado de São Paulo, na Baixada Santista, o Hospital de Cubatão (HC) segue o mesmo padrão de excelência, implementando práticas cada vez mais efetivas, e a obtenção pela ONA da acreditação hospitalar em seu primeiro nível. Outro destaque na Baixada Santista foi a inauguração do Centro de Alta Complexidade, com investimentos da ordem de R$ 9 milhões, para tratamentos oncológicos, de hemodiálise e de medicina hiperbárica. E, nos pilares da Saúde e Segurança, a Fundação manteve o crescimento contínuo e saudável. Na área da educação, em 2019 a Instituição implantou a Faculdade São Francisco Xavier, completando o ciclo da base à graduação superior, com a oferta do curso de enfermagem.

“O ano de 2019 não teve evidências de qualquer questão que pudesse desafinar essa engenhosa sinfonia. Desafios, superações e celebrações ratificam a manutenção do crescimento da FSFX, sempre com foco na sustentabilidade e responsabilidade social”, comemora Salvador Junior.

Para ter acesso a todas as informações, acesse o site da Fundação, www.fsfx.com.br, na aba Publicações >> Relatórios de Sustentabilidade.