INHOTIM, UM OUTRO MUNDO DENTRO DE NÓS

Inotim é um lugar de sentir. Ver e sentir, não há outra alternativa. O silêncio, a arte e os caminhos abertos na mata nos levam pra dentro de nós mesmos, e felizes os que percebem isso. É um presente de valor inestimável que cada visitante dá pra sua própria alma. Que sai de lá lavada, linda, em plena harmonia. Você tem que conhecer.

Meu favorito? O Som da Terra, de Doug Aitken. Trata-se de abrir um furo de 200 metros de profundidade no solo, para nele instalar uma série de microfones e captar o som da Terra. Este som é transmitido em tempo real, por meio de um sofisticado sistema de equalização e amplificação, no interior de um pavilhão de vidro, vazio e circular, que busca uma equivalência entre a experiência auditiva e aquela com o espaço. Aitken encontrou em Inhotim não apenas as condições técnicas para o desenvolvimento da obra, mas também um contexto onde o trabalho fizesse sentido.